APRESENTAÇÃO DA PRÉ-VENDA DO MISSAL QUOTIDIANO LATIM-PORTUGUÊS DA ED. PERMANÊNCIA

A Editora Permanência, em parceria com a Editora São Pio X, está lançando uma nova edição do missal latim-português: MISSAL QUOTIDIANO. Adaptação e revisão do missal Dom Gaspar Lefebvre, de 1957.

Para saber mais sobre esse Missal, CLIQUE AQUI

Se já quer adquiri-lo na Pré-venda, CLIQUE AQUI

SERMÃO DE D. ALFONSO DE GALARRETA SOBRE A CRISE NA IGREJA

Alfonso de Galarreta – Wikipédia, a enciclopédia livre

Sermão durante a Missa Pontifical no XI domingo depois de Pentecostes

Capela Nossa Senhora da Conceição, Niterói – RJ

Fonte: Permanencia

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, Amém.

Queridos Padres, queridos fiéis, infelizmente não sou capaz de pregar-lhes em português, de maneira que o farei em espanhol, com o cuidado de falar lentamente, e exercitando a paciência dos senhores.

A epístola deste domingo é tirada da primeira carta do Apóstolo São Paulo aos Coríntios, e contém admiravelmente o sentido e a definição do que é a Tradição. São Paulo diz aos Coríntios: “Lembro-vos o Evangelho que vos preguei, que vós recebestes, no qual estais firmes, e através do qual vos haveis de salvar, se o guardardes tal como vos preguei.” E imediatamente acrescenta: “Transmiti-vos o que recebi, que Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, que foi sepultado e ressuscitou segundo as Escrituras, que foi visto pelos Apóstolos”, que são as testemunhas que nos transmitem a fé e a Tradição.

E nessa mesma epístola, alguns capítulos antes, o apóstolo usa a mesma expressão, referindo-se à instituição do Santo Sacrifício da Missa. Ele diz aos Coríntios: “Recebi do Senhor Jesus o que vos transmiti.” E lhes dá então o relato da Santíssima Eucaristia, na Quinta-Feira Santa. Isto é precisamente a Tradição, é a transmissão e a recepção da verdadeira Fé, do verdadeiro culto, que temos de guardar se quisermos ser salvos.

E aí está esclarecido todo o problema da crise da Fé, e da crise da Igreja, porque o problema é que vivemos um processo profundo de ruptura com essa Tradição, de Fé, de culto, que nos vem do Senhor Jesus, de Nosso Senhor Jesus Cristo, através do Magistério constante a ininterrupto da Santa Igreja, dos Doutores, dos Santos, dos Santos Padres da Igreja, de toda uma plêiade de santos e de bispos, e de nossos ancestrais, de pais para filhos. Continuar lendo

O RITO NÁUTICO

Era um domingo muito quente de julho na Calábria, ao sul da Itália. Por isso, D. Mattia Bernasconi decidiu celebrar uma “Missa” dentro d’água, de frente para a praia. Ele disse sem rodeios: “Eram 10:30h e o sol estava escaldante, então decidimos ir para o único lugar confortável: a água.”

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

A Igreja admite que o Santo Sacrifício da Missa possa ser celebrado fora de um local de culto consagrado, por circunstâncias excepcionais, para o bem das almas. Pensa-se então naqueles heróicos capelães militares rezando a Missa sobre a base de um canhão para os Poilus que, logo após, entrariam em batalha, com o sacrifício de suas vidas.

Aqui, é por motivos de “conforto” que este padre de 36 anos decidiu celebrar a “missa” de sunga em um colchão inflável, um altar-boia. Essa evidente perda do sentido do sagrado manifesta, de forma resplandecente, o espírito de uma reforma litúrgica que, normalmente, é mais discreta, menos chocante.

No entanto, esta liturgia reformada é levada por si mesma a sacrificar o sentido do sagrado: em nome do conforto, ela se adapta ao clima meteorológico e ideológico. O altar-boia flutua, como doutrina e a moral, sobre as ondas que se sucedem, sem uma âncora firme na Tradição. E a nova liturgia é regulada pela temperatura ambiente. Continuar lendo

MISSA TRIDENTINA EM RIBEIRÃO – 20 E 21 DE AGOSTO

missa-mass-four-ends (1)

Prezados amigos, leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Devido às Crismas na FSSPX que serão administradas por D. de Galarreta no dia 27 de agosto, a Missão da FSSPX em Ribeirão foi antecipada para os dias 20 e 21 desse mês.

Os horários podem ser vistos clicando aqui.

ATENÇÃO: MUDANÇA NAS DATAS DE MISSA EM RIBEIRÃO EM AGOSTO

missa-mass-four-ends (1)

Prezados amigos, leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Devido às Crismas na FSSPX que serão administradas por D. de Galarreta no dia 27 de agosto, a Missão da FSSPX em Ribeirão foi antecipada para os dias 20 e 21 desse mês.

Os horários serão definidos durante a semana. Para acompanhá-los ou para mais informações, clique aqui.

RECONCILIAÇÃO E CONFIRMAÇÕES NA BELÍSSIMA MINORITENKIRCHE, EM VIENA

Este slideshow necessita de JavaScript.

No sábado, 25 de junho de 2022, na Solenidade da Natividade de S. João Batista (adiada em um dia neste ano, por causa da Festa do Sagrado Coração de Jesus), D. Bernard Fellay, Bispo auxiliar da FSSPX, celebrou essa grande festa com os fiéis vienenses, e também com numerosos fiéis da Hungria e da Eslováquia.

Após a reconciliação da Igreja pelo Bispo (devido a vários acontecimentos infelizes nesta Igreja no passado), o santo Sacramento da Confirmação foi administrado a 65 crianças e adultos, seguido de uma Missa Pontifical. Em sua homilia, D. Fellay deu aos crismandos um grande encorajamento para uma boa vida cristã e um frutuoso apostolado sem medo dos homens de nosso tempo. As declarações centrais do sermão também foram lidas em húngaro e eslovaco.

A Missa foi acompanhada por uma magnífica composição de Cláudio Monteverdi (1567-1643), o grande mestre da capela de S. Marco em Veneza, maravilhosamente apropriada para a Igreja Minoritenkirche e sua Congregação Italiana Senhora das Neves, estabelecida em Viena há quase 400 anos.

Depois das celebrações, houve uma confraternização entre padres e fiéis.

Mais fotos das celebrações podem ser vistas clicando aqui.

Para saber mais sobre a história da belíssima Minoritenkirche e como se tornou propriedade da FSSPX em 2021, leia os links abaixo:

UMA NOVA IGREJA PARA A FSSPX EM VIENA

PRIMEIRA MISSA PÚBLICA NA MINORITENKIRCHE