ECUMENISMO: DESTRUIDOR DAS NAÇÕES

Fonte: FSSPX África – Tradução: Dominus Est

Nosso Senhor, no dia de Sua Ascensão ao Céu, deu aos Apóstolos o que os gregos chamam de “a Grande Comissão”: “Ide, pois, ensinai todas as gentes, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, ensinando-as a observar todas as coisas que vos mandei; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos.(1) Essas palavras de Nosso Senhor constituem a própria missão da Igreja Católica: fazer discípulos entre todas as nações, dar-lhes os sacramentos e governá-los pelas leis da graça que Nosso Senhor nos deu. 

Os diversos povos aos quais os apóstolos e seus sucessores seriam enviados se tornariam grandes nações ao receberem a doutrina e a graça de Nosso Senhor. Os rudes e brutais governantes das terras pagãs, ao receberem o batismo, não só receberam graça em abundância, mas também receberam uma ordem civilizadora, uma base sólida para o seu governo. Quando o poder civil recebe e promove a doutrina de Cristo, a abundância das bênçãos de Deus flui sobre a terra e os seus governantes. Contudo, quando Deus não é honrado e a Sua Igreja é prejudicada, em vez de ser ajudada na sua missão, a tristeza e a desolação rapidamente dominam até mesmo o mais forte dos impérios. 

A sociedade moderna orgulha-se de ser “independente” em questões religiosas. Na prossecução dos ideais de liberdade, igualdade e fraternidade, acredita que o Estado ou a constituição civil devem ser “neutros” no que diz respeito à religião. Esta ideia recebe o nebuloso termo “liberdade religiosa”, ou seja, a garantia do exercício de qualquer religião, independentemente da sua forma. De acordo com esta visão moderna, os indivíduos no Estado moderno podem ter quaisquer crenças religiosas, desde que não interfiram na ordem pública. Dito fundamentalmente, as leis do país não devem ser influenciadas por nenhuma religião em particular, mas sim aceitá-las todas. O Estado moderno ideal é aquele que é “indiferente” à religião, ou mais propriamente, que não tem religião oficial. Continuar lendo

ARGENTINA: MÉDICO PRESO POR SE RECUSAR A REALIZAR UM ABORTO

O médico argentino Leandro Rodriguez passou um ano e dois meses preso, pena que lhe foi imposta por se recusar a realizar um aborto. Ele agora pode voltar a exercer a medicina, embora também tenha sido proibido de exercer a profissão por dois anos e quatro meses, período que terminou em 30 de janeiro.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

O Dr. Rodriguez foi entrevistado pela EWTN News e explicou as origens de sua condenação: “Em 2017 eu estava trabalhando no hospital público da cidade de Cipolletti, na Patagônia. Recebi uma paciente em mau estado geral (devido a gravidez avançada, em curso de um processo de parto prematuro) mas, que decidi interromper e melhorar o estado de saúde dela.”

Esta decisão foi interpretada pelos tribunais, ou pelo poder judicial da província de Río Negro, como um obstáculo ao desejo da paciente de interromper sua gravidez. Por isso fui condenado em 2019, e essa sentença acaba de ser cumprida”, explicou.

O médico descreveu esta experiência como “muito significativa”. Ele acredita que representa “uma espécie de amostra do que pode acontecer se as pessoas não se submeterem às decisões arbitrárias dos poderes constituídos”.

Ele explica ainda que isso o levou a “uma situação de maior comprometimento no cuidado da vida, na proteção da vida do nascituro, na proteção da mulher”. A esse respeito, destacou a situação da paciente que foi considerada pelo sistema judicial como a parte prejudicada nesse caso. Continuar lendo

HOLANDA: AUMENTO DO NÚMERO DE EUTANÁSIA POR RAZÕES PSICOLÓGICAS

A Holanda está praticando cada vez mais a eutanásia em pessoas com doenças mentais

Fonte: Medias-Presse.Info – Tradução: Dominus Est

De acordo com o Dutch Times, 9.068 mortes por eutanásia foram registadas na Holanda em 2023, em comparação com 8.720 no ano anterior. Além disso, o relatório também destaca um aumento de 20% nos casos de eutanásia por razões psicológicas.

Dutch Times refere-se apenas às mortes relatadas por eutanásia, pois estudos indicam que cerca de 20% das mortes por eutanásia não são relatadas.

A eutanásia está sendo praticada em pessoas cada vez mais jovens

Cinquenta por cento das mortes por eutanásia por motivos psicológicos são realizadas pela clínica de eutanásia do Centro de Especialização em Eutanásia (CEE).

O CEE recebeu mais pedidos de eutanásia por motivos psicológicos de jovens e aprovou mais mortes para esta faixa etária.

Dutch Times relatou:

No ano passado, o CEE registou um aumento significativo de pedidos de jovens com problemas psicológicos. O centro recebeu 322 solicitações de pessoas com idades entre 18 e 30 anos, 50% a mais que no ano passado. Os números da RTE mostram que 40 pedidos de suicídio assistido foram concedidos a pessoas com 30 anos ou menos.”

CANADÁ: EUTANÁSIA PARA REDUZIR GASTOS COM SAÚDE PÚBLICA

Canadá: eutanásia para reduzir gastos com saúde pública

O sinistro cálculo de custo da Assistência Médica na Morte (AMM) mostra que os médicos no Canadá recebem até 283,85 dólares canadenses por cada “preparação e procedimento para assistência médica na morte” que realizam. A cultura da morte também é um negócio.

Fonte: Medias Presse Info – Tradução: Dominus Est

A tabela de pagamento do Ministério da Saúde enumera seis serviços específicos relacionados à eutanásia pelos quais os médicos podem ser pagos, varaiando de “Taxa de avaliação de AMM– Avaliador prescritora” (US$ 43,24) até a “Coleta e depósito de medicamentos AMM” (US$ 126,72).

Porém, o que o Ministério não divulga é o custo anual total para o sistema de saúde, incluindo o montante gasto com medicamentos tóxicos dispensados ​​gratuitamente para a eutanásia do paciente, como o brometo de rocurônio, cuja injeção de 10 mL desse medicamento que faz com que o receptor morra por asfixia.

Sórdido cálculo

De acordo com as organizações católicas, a eutanásia é promovida com mais fortemente porque seus promotores fazem o sórdido cálculo de que a eutanásia de um paciente custa menos ao Estado do que mantê-lo vivo. Continuar lendo

PARLAMENTO ESCOCÊS DEBATE LEI QUE PROIBIRIA ORAÇÕES SILENCIOSAS PERTO DE CLÍNICAS DE ABORTO

Transidentité: le Parlement écossais adopte une réforme controversée -  Challenges

Fonte: Medias Presse Info – Tradução: Dominus Est

O Parlamento Escocês começou a debater um projeto de lei que proibiria a exibição de mensagens pró-vida em edifícios, incluindo casas particulares, perto de clínicas de aborto, e proibiria também a oração silenciosa nas proximidades dessas clínicas.

A apreciação parlamentar do projeto de lei começou na terça-feira com a convocação da Comissão de Saúde, Assistência Social e Desporto para a primeira de quatro sessões argumentativas.

O projeto de lei sobre Serviços de Aborto (diz-se Zonas de Acesso Seguro) na Escócia foi apresentada pela deputada do Partido Verde escocês, Gillian Mackay, em outubro do ano passado.

Vários ativistas anti-aborto e mulheres que já fizeram um aborto contaram as suas histórias à comissão parlamentar. Uma das testemunhas disse que rezar perto de locais onde são realizados abortos é “inaceitável” e que essa legislação seria “extremamente benéfica” para a sociedade como um todo. Continuar lendo

A TODAS AS MULHERES…

que em todos os dias do ano se espelham “na Mulher” abaixo e A tem como exemplo de conduta de vida, nossos sinceros votos de crescimento espiritual e santificação.nossa-senhora-do-bom-conselhoAssim, parabenizamos a vocês, mulheres católicas, que no seu dia a dia (todos os dias do ano), como filhas de Nossa Senhora:

  • Buscam incansavelmente sua santificação e a santificação de sua família;
  • Que não se importam com comemorações liberais e pagãs;
  • Não se deixam levar por ideologias feministas, esquerdistas e pela moda reinante;
  • Que não querem essa “liberdade” anti-cristã para si e para suas filhas;
  • Que não querem outro espaço a conquistar que não seja o coração do marido;
  • Que sabem, como católicas, que homens e mulheres não são iguais em direitos e deveres;
  • Que sabem, como solteiras, de seus direitos e deveres para com seu estado;
  • Que sabem, como casadas, que não tem os mesmos direitos e deveres de seus maridos (e conhecem seus direitos e deveres para com o marido);
  • Que sabem, como viúvas, de seus direitos e deveres para com seu estado;

Parabenizamos a vocês, mulheres católicas, que todos os dias, como filhas de Nossa Senhora:

  • São virtuosas;
  • São humildes;
  • São generosas;
  • São amáveis;
  • São fiéis;
  • São exemplo de caridade;
  • São benevolentes;
  • São exemplo de modéstia e pudor;
  • Aceitam santamente o sofrimento;
  • Aceitam com paciência todos os filhos que Deus envia;
  • Se entregam à Providência;
  • Que não colocam os bens materiais acima dos bens espirituais;
  • Sabem o que é o verdadeiro amor cristão para com sua família e ao próximo; 
  • Concedem uma educação sobrenatural a seus filhos;
  • São “o sol” de sua casa, iluminando e irradiando alegria, ternura, carinho e amor cristão aos filhos e ao marido;

woman-veil-churchFaçamos hoje pequenos atos de desagravo ao Coração Imaculado de Maria, ao longo do dia. Façamos uma pequena penitência e ofereçamos à Mãe de Deus, pelos muitos membros do clero e pelos muitos católicos leigos que se atrevem a comemorar este dia que é fruto do liberalismo (o tal “Dia internacional da Mulher”).

Doce coração de Maria, sede nossa salvação.

**************************

Para saber mais sobre a origem do Dia Internacional das Mulheres e o Feminismo, clique aqui

O DIREITO À VIOLÊNCIA

Momento historicamente triste nesta segunda-feira, 4 de março de 2024! A França torna-se o primeiro país a consagrar o direito ao aborto em sua constituição.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Há muito a ser dito sobre esse fato. Deixemos que outros comentem o assunto e reiteremos a profunda aversão que todo católico deve ter ao ato de interromper diretamente uma gravidez. De fato, é uma violência injusta praticar este ato que, para os católicos, leva à excomunhão direta quando realizado.

Como sempre, não devemos ficar paralisados pelo medo que nossos adversários tentam incutir em nossos corações. Devemos encontrar formas de responder àqueles que nos censuram pela nossa recusa categórica em fazê-lo. Comecemos por dizer que o texto aprovado pelo Congresso do Parlamento não fala em si do direito ao aborto, mas da “liberdade garantida às mulheres de recorrer a um aborto”. Isso não impede que os mais “avançados” falem de direito e que, em sua opinião, a cláusula de consciência que permite aos médicos recusarem a realizar abortos terá de ser eliminada um dia.

O que motivou os políticos franceses a legislar nesse sentido foi a revisão americana do direito ao aborto feita pela Suprema Corte americana em 2022. Deve-se observar que tal preocupação revela a inconsciente dependência intelectual (para não dizer política) da democracia americana, por grande parte da classe política francesa, porque o que acontece nos EUA deveria, de certa forma, deixar os franceses indiferentes, sabendo que são oficialmente um país independente onde não existe nenhuma ameaça concreta contra o acesso ao aborto. Mas esse pânico deveria abrir os olhos daqueles que recusam a aceitar esse fato quase óbvio: que o domínio francês estaria, portanto, se protegendo legislativamente contra os desenvolvimentos preocupantes de sua capital imperial, Washington. Continuar lendo

PARA A UNIÃO EUROPEIA, O ÓDIO ANTICRISTÃO É IRRELEVANTE

Na Europa, o número de crimes de ódio contra os cristãos está aumentando a cada ano, bem como a discriminação legal contra sua liberdade de expressão e consciência. Apesar disso, a União Europeia ignora o ódio anticristão em seu comunicado de 6 de dezembro de 2023 intitulado “Não há espaço para o ódio: uma Europa unida contra o ódio”.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

A Comissão Europeia lançou, em 6 de dezembro de 2023, um apelo “a todos os europeus, para que tomem medidas contra o ódio e defendam a tolerância e o respeito”. Mas o texto menciona “comunidades judaica e muçulmana”. 

E quanto aos cristãos, visto que na Europa o número de crimes de ódio contra eles está aumentando constantemente?

Observatório da Intolerância e da Discriminação contra os Cristãos na Europa (OIDCCE) contabilizou 748 em 2022, contra 519 em 2021, ou seja, um aumento de 44%: isto inclui incêndios criminosos, pichações, profanações, roubos, ataques físicos, insultos e ameaças. A ONG também lamenta o aumento dos ataques em torno dos feriados cristãos, como a Páscoa e o Natal.

Os crimes cometidos por grupos organizados estão se tornando mais visíveis, particularmente crimes provenientes de “grupos políticos de extrema esquerda, como Antifa, feministas radicais ou grupos LGBTIQ…”, e também de “grupos satanistas e grupos islâmicos radicais”. A Alemanha sofre o maior número de crimes anticristãos (231), seguida pela Itália (146) e pela França (106). Continuar lendo

A CABALA JUDAICA CONTRA A IGREJA DE CRISTO: HISTÓRIA SECRETA DA PSICANÁLISE, PELO PROF. MATTEO D’AMICO

Palestra proferida pelo Prof. Matteo D’amico durante o 29° Congresso de Estudos Católicos, promovido pela FSSPX italiana e a Revista La Tradizione Católica, em Rimini, Itália. 


Clique aqui e conheça nosso Canal no YouTube 

EUA – OS IMPACTOS POSITIVOS DAS LEIS PRÓ-VIDA

Enquanto o debate sobre o aborto se intensifica nos Estados Unidos, a menos de um ano das eleições presidenciais de novembro de 2024, chegando até mesmo a dividir os Republicanos, um estudo publicado em novembro de 2023 tende a mostrar um aumento de nascimentos em estados que proibiram interrupção voluntária da gravidez (aborto) após decisão do Supremo Tribunal Federal em junho de 2022.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Esse estudo está causando um alvoroço nos EUA, já que o debate sobre o aborto tem se intensificado desde que a Suprema Corte do país derrubou o caso Roe vs Wadeem em 2022, decisão essa que abriu o caminho para a legalização do aborto no país em 1973.

De acordo com dados coletados pelos Centros de Controlo de Doenças (CDC) e publicados em novembro passado, “durante os primeiros seis meses de 2023, os nascimentos aumentaram, em média, 2,3% nos estados que impuseram a proibição total do aborto, em comparação com aqueles em que o aborto é legal, o que representa em média 32 mil nascimentos.

Para Michael News, pesquisador associado do Charlotte Lozier Institute – o braço de pesquisa da SBA Pro-Life America – a conclusão da pesquisa do CDC, encomendada pelo IZA Institute of Labor Economics, demonstra mais uma vez que “a legislação pró-vida, onde ela existe, leva a um aumento no número de nascimentos. Continuar lendo

O ABORTO FOI RESPONSÁVEL POR MAIS DA METADE DE TODAS AS MORTES NO MUNDO EM 2022

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

De acordo com as estatísticas compiladas pelo Worldometer, o número de abortos em todo o mundo em 2022 foi superior a 73 milhões, tornando-se a principal causa de morte – 52% de um total de 140 milhões de mortes – e, assim, ultrapassou todas as outras causas somadas.

A Worldometer é uma organização independente que coleta e publica dados recebidos de governos e diversas organizações, e faz estimativas e projeções com base nesses números.

Nos Estados Unidos, estima-se que ocorram entre 1.500 e 2.500 abortos todos os dias. Quase 20% de todas as gestações nos EUA – excluindo abortos espontâneos – terminam em aborto.

Para o ano de 2020, o Instituto Guttmacher relatou 930.160 abortos induzidos nos Estados Unidos, com uma taxa de 14,4 por 1.000 mulheres, relata o Worldometer. Continuar lendo

CEMITÉRIO DE FETOS NO VIETNÃ: ABORTO COMO MEIO DE CONTRACEPÇÃO E SELEÇÃO DO SEXO DA CRIANÇA

Vietnam cimetière de foetus

Muitas comunidades católicas vietnamitas mantêm cemitérios chamados “jardins dos anjos” para o enterro digno de crianças não nascidas.

Fonte: Medias Presse Info – Tradução: Dominus Est

Poucos países no mundo realizam tantos abortos como no Vietnã. Em um cemitério de fetos, eles são enterrados para o repouso final. Quase todos são meninas.

O maior cemitério de fetos do mundo está localizado no norte do Vietnã, nos arredores de Hanói, em Soc Son: é o cemitério Doi Coc.

Neste país comunista, interromper uma gravidez nunca foi um tabu.

De acordo com estatísticas governamentais, 500.000 abortos são realizados todos os anos para 2,4 milhões de gestações: um horror institucionalizado em grande escala!

Como não existe uma monitorização sistemática, pode haver mais meio milhão de abortos não contabilizados pelas estatísticas oficiais. Isto elevaria os números para um milhão de abortos, tornando essa a taxa a mais elevada do mundo, segundo a ONG Alan Guttmacher Institute.

Por sua vez, a Associação Nacional de Planeamento Familiar (VINAFPA) estima entre 1,2 e 1,6 milhões de abortos por anop num país que tem cerca de 98 milhões de habitantes. Para efeito de comparação, 104.000 casos foram notificados na Alemanha no ano passado. Continuar lendo

BOLETIM DO PRIORADO PADRE ANCHIETA (SÃO PAULO/SP) E MENSAGEM DO PRIOR – DEZEMBRO/23

Aborto: o que é, fatores de risco, tipos - Biologia Net

Já há séculos que duas cidades entraram em conflito: a cidade de Deus e a cidade de Satanás; a cidade do Bem e a cidade do Mal; uma é a cidade da vida, a outra é a da morte. A luta é terrível, mas sabemos que a cidade de Deus triunfará no final. Nesse meio tempo, vitórias e derrotas se alternam em ambos os lados. E nossa época vive sob o jugo dos inimigos de Deus. Quando recua o reino de Deus, também recua o reino da caridade; ambos são idênticos. O reinado da força bruta está se impondo, e não é bom ser fraco. A cultura da morte que está se espalhando ataca os mais fracos. As crianças, os doentes e os idosos sempre foram objeto da proteção maternal da Igreja. Sem ela, eles estão abandonados aos carrascos. O aborto e a eutanásia são os dogmas do mundo sem Deus. Eles deixam pouca chance de sobrevivência.

Em um artigo de setembro, a Anistia Internacional (uma ONG que promove a defesa dos ditos direitos humanos e faz campanha especificamente para a abolição de todas as leis contra o aborto) publicou a seguinte manchete: “O Brasil pode ser o próximo país a dar um passo à frente na garantia do direito ao aborto”. Na cidade de Satanás, a morte é um progresso e o aborto é um direito; aqueles que se opõem a ele são “atores anti-direitos”. Para os discípulos do Príncipe das Trevas, os direitos humanos tomam o lugar dos direitos de Deus. Para nós, prevalece a lei de Deus: “Não matarás”. Esse preceito se aplica naturalmente aos inocentes. Deus nunca proibiu a autodefesa, seja ela pessoal ou pública (guerra e pena de morte). O essencial é exercê-la com justiça e prudência. O inocente pode até ser sacrificado indiretamente. Um piloto de guerra pode destruir uma ponte mesmo que haja pessoas inocentes nela. Uma mulher grávida pode salvar sua vida tomando um medicamento que terá o efeito colateral de matar seu filho. Esses casos específicos são autorizados somente se o efeito principal for bom, se o efeito ruim for secundário e indireto, e não for a intenção principal da pessoa que o causou. Por outro lado, matar diretamente uma pessoa inocente é sempre gravemente ilícito. Por exemplo, não se pode matar diretamente uma criança para salvar sua mãe. Se pode optar por salvar um ou outro. Nenhum dos dois pode ser morto diretamente. Continuar lendo

CANADÁ: POSSÍVEL LEGALIZAÇÃO DO SUICÍDIO ASSISTIDO PARA VICIADOS EM DROGAS

De acordo com o Daily Mail, uma mudança na legislação do país sobre o suporte médico à morte está planejada para março de 2024. Prevê-se que pacientes que sofrem de problemas de saúde mental, incluindo dependência de drogas, possam solicitar o suicídio assistido.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Nos próximos meses, uma Comissão Parlamentar especial analisará a medida antes da sua implementação, após divergências de opinião entre os partidos políticos do Canadá. Mais de 10.000 canadenses foram submetidos à eutanásia em 2021, 10 vezes mais do que em 2016, ano da legalização. Alguns eram pessoas que viviam na pobreza e desejavam morrer.

O procedimento para Solicitação de Morte Assistida (SMA) começa com o download de um formulário online. O solicitante responde a uma série de perguntas e assina, juntamente com testemunhas. Em seguida, um médico telefona e vai até a residência. Caso o pedido seja aprovado por dois médicos diferentes, a pessoa deverá aguardar 90 dias, após os quais um médico poderá administrar a droga letal por injeção.

Atualmente, pessoas que sofrem apenas de doenças mentais, como depressão e transtornos de personalidade, não são elegíveis para o suicídio assistido.

Uma estrutura para avaliar pessoas com transtornos relacionada ao uso de substâncias para a SMA está sendo discutida em uma conferência científica esta semana. O programa do workshop pretende ensinar os participantes e profissionais de saúde a “diferenciar entre suicídio e um desejo fundamentado de morrer”. Continuar lendo

DO NOVO SUPREMACISMO AO TRANSCOMUNISMO

La Cappa eBook de Marcello Veneziani - EPUB Livro | Rakuten Kobo Brasil

Extraído do livro La Cappa, de Marcelo Veneziani – Tradução de Gederson Falcometa

Deixemos a arte e a literatura e voltemos ao mundo atual que se pretende corrigir. O que leva as pessoas dotadas de razão, algumas das vezes eruditas, a se tornarem intolerantes, teimosas, incivilizadas, rudes; qual é o dispositivo mental, a mácula, que gera preconceitos e legitima novas obtusidades? O primeiro vício decorre da rejeição da realidade em prol da representação ideológica e moralista: mascarar a realidade para esconder, corrigir, padronizar, negar as diversidades, a dura verdade. Se algo não agrada ou contrasta com o esquema, as conotações são alteradas. Moralismo corretivo.

O segundo é inverter a causa e o efeito. Denunciar a repressão mas esquecer a violência ou o abuso a que reage; aliás, inverte a sequência, a violência reage à repressão, é um protesto contra ela.

O terceiro é usar o caso para quebrar a regra. Se houver um abuso na família ou se um policial cometer um crime, inicia o processo a família ou as forças de ordem, se invocam leis especiais contra eles, se deslegitimizam. Mas um em cada cem casos de abuso mostra que a regra geral vale para todos os outros. Perde-se o senso das proporções entre a realidade e as suas degenerações, destroem-se as instituições e derrubam-se as regras em nome da exceção para refazer a norma. Continuar lendo

OFICIAL DO FBI QUE SUPERVISIONOU A VIGILÂNCIA DE CATÓLICOS TRADICIONALISTAS NOS EUA DEPÕE PERANTE O CONGRESSO

L'agent du FBI supervisant la surveillance des catholiques traditionalistes

Estados Unidos – O agente especial responsável pelo escritório local do FBI em Richmond, Virgínia, testemunhou perante o Comitê Judiciário do Congresso, mas o conteúdo de sua entrevista ainda não foi divulgado. Foi este agente do FBI que supervisionou a vigilância dos católicos tradicionalistas nos Estados Unidos.

Fonte: Medias Presse Info – Tradução: Dominus Est

Seu nome é Stanley Meador e ele falou ao comitê do Congresso “por várias horas em uma reunião a portas fechadas”, segundo duas fontes próximas ao caso, informou o Washington Examiner na quinta-feira. Antes de ser nomeado Agente especial encarregado do escritório local de Richmond pelo diretor do FBI, Christopher Wray, Stanley Meador atuou como Chefe de Gabinete do vice-diretor da sede do FBI em Washington. Ele é, portanto, uma figura importante no organograma do FBI.

Em uma carta enviada ao Comitê em 28 de abril, o FBI observou que Meador estava envolvido na gestão das “consequências” do relatório, que incluíam sua “remoção” e uma reunião com líderes católicos locais sobre o assunto. Continuar lendo

A DITADURA NICARAGUENSE DISSOLVEU A COMPANHIA DE JESUS NO PAÍS E SE APROPRIOU DE SEUS BENS

Ortega, tyran du Nicaragua

A ditadura liderada por Daniel Ortega na Nicarágua revogou a personalidade jurídica da Associação Nicaraguense da Companhia de Jesus e decretou a expropriação do seu patrimônio, que inclui uma universidade e duas escolas privadas.

Fonte: Médias Presse Info – Tradução: Dominus Est

A dissolução da Companhia de Jesus na Nicarágua foi autorizada pela Ministra do Interior do país, María Amelia Coronel Kinloch, segundo o acordo ministerial publicado no jornal oficial La Gaceta.

Esta ordem ministerial intervém uma semana depois do sistema judicial nicaraguense, controlado pela ditadura sandinista, ter bloqueado as contas bancárias e congelado os bens da Universidade Centro-Americana (UCA), propriedade dos Jesuítas. A UCA é um dos centros educacionais privados de maior prestígio neste país da América Central. Continuar lendo

POLÔNIA: APROVAÇÃO DE UMA LEI QUE PROÍBE A EDUCAÇÃO SEXUAL NAS ESCOLAS

O partido Lei e Justiça (PiS), da Polônia, aprovou uma lei que proíbe a educação sexual de menores nas escolas e estabelece penas de até cinco anos de prisão para os infratores.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

A lei “Pare a Pedofilia” visa “proteger as crianças da promoção de atividades sexuais entre menores”. Esta proposta proíbe e pune a “corrupção” e a “sexualização” de menores com penas de até cinco anos de prisão.

A lei foi aprovada durante a última sessão da Sejm (Câmara dos Deputados da Polônia) antes de sua renovação, logo após as eleições legislativas. Ela recebeu os votos favoráveis de 243 deputados da maioria e da Confederação Nacionalista (Konfederacja), contra 202 deputados dos grupos de oposição majoritários Coalizão Cívica (KO), Esquerda e Coalizão Polonesa (KP).

O preâmbulo do texto aprovado afirma que “a nova lei protegerá as crianças e os adolescentes contra a depravação e perversão moral que estão se difundindo de forma alarmante por meio da chamada educação sexual”. Continuar lendo

13 DE AGOSTO EM FÁTIMA: A APARIÇÃO QUE A MAÇONARIA QUERIA EVITAR

Durante a sua primeira aparição às três crianças de Fátima, no domingo, 13 de maio de 1917, a Virgem pediu-lhes que viessem todos os dias 13 dos meses seguintes. Mas em 13 de agosto, quando uma multidão de 20.000 pessoas já lotava a Cova da Iria, nenhum dos três pastores esteve presente.

CLIQUE NA IMAGEM PARA LER O TEXTO COMPLETO

 

NICARÁGUA: A PERSEGUIÇÃO À IGREJA ORQUESTRADA PELO GOVERNO ORTEGA

Nicaragua: la persecución a la Iglesia orquestada por el gobierno de Ortega  - FSSPX.Actualités / FSSPX.News

A terceira parte do relatório intitulado: “Nicarágua: uma Igreja perseguida?” foi publicado por Martha Patricia Molina Montenegro, uma advogada nicaragüense. Produzido pela pesquisadora exilada, foi apresentado de forma online em 3 de maio de 2023, informa a agência italiana SIR.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

O estudo contabiliza as 529 perseguições perpetradas pela ditadura de Daniel Ortega desde abril de 2018, data em que eclodiram manisfestações contra o governo no país, até março de 2023.

O objetivo deste relatório “é mostrar, em números concretos, os ataques e agressões sofridos pela Igreja Católica na Nicarágua”, declarou Martha Patricia Molina. O documento de 232 páginas, cujos dados foram verificados e descritos em ordem cronológica, destaca a autora, está dividido em quatro capítulos.

Eles registram as hostilidades sofridas pela Igreja nos últimos cinco anos, incluindo a proibição de procissões durante a última Semana Santa. O terceiro capítulo é uma apresentação sintética das hostilidades e o último é uma cronologia de “profanações, sacrilégios, ataques, roubos e atentados contra a Igreja”.

No entanto, ressalta a advogada, “há uma subestimação dos dados pois há poucas ou nenhuma denúncia por parte das autoridades religiosas”, associada a um “crescente medo e cautela por parte de leigos ou membros de grupos religiosos em documentar atos hostis”. Continuar lendo

OS 75 ANOS DE COLABORAÇÃO DA FUNDAÇÃO ROCKEFELLER À OMS

Le partenariat entre la Fondation Rockefeller et l'Organisation Mondiale de la Santé (OMS) es( officiel

Em um momento em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) está prestes a se tornar uma das piores ferramentas totalitárias da Nova Ordem Mundial, vale a pena lembrar que essa Organização firmou uma nova parceria com a Fundação Rockefeller. Isso não é conspiração, é um fato.

Fonte: Médias-Presse-Info – Tradução: Dominus Est

O comunicado de imprensa da Fundação Rockefeller, datado de 23 de maio de 2023, afirmou que “A Fundação Rockefeller e a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciaram uma nova parceria para fortalecer o Centro de Inteligência de Pandemias e Epidemias (HUB) da OMS”. Como parte dessa colaboração, a Fundação Rockefeller afirmou investir US$ 5 milhões em parceiros que trabalham com a OMS.

O comunicado da Fundação Rockefeller cumpria todos os critérios de uma comunicação globalista. Usar pandemias e epidemias como pretexto para fortalecer organismos supranacionais: misturar questões sanitárias com ansiedade climática, desenvolver plataformas digitais dedicadas que também serão ferramentas intrusivas de vigilância, fomentar o medo para facilitar a restrição de nossas liberdades.

De sua parte, o Dr. Chikwe Ihekweazu, Diretor-Geral Adjunto da OMS e Chefe do Centro de Inteligência Pandêmica e Epidêmica da OMS, disse: “Com as crescentes ameaças das mudanças climáticas, estamos muito satisfeitos com a parceria com a Fundação Rockefeller para inaugurar uma nova era de colaboração global de inteligência pandêmica.” Continuar lendo

ONU: RELATÓRIO APONTA DOUTRINA CRISTÃ COMO DISCRIMINATÓRIA

Nesta quarta-feira, 21 de junho de 2023, a ONU examinou o relatório Madrigal, que leva o nome de seu autor, o costarriquenho especialista em OSIG (Orientação Sexual e Identidade de Gênero), sobre a forma como o exercício da liberdade religiosa é usado para violar os direitos LGBT.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

O Conselho de Direitos Humanos abordou, em sua 53ª sessão em Genebra, as “contradições percebidas” entre liberdade de religião ou crença e a proteção contra violência e discriminação com base na orientação sexual e identidade de gênero.

De inspiração progressiva, o relatório Madrigal afirma que nossas crenças religiosas violam os direitos LGBT. O especialista independente tem como alvo “narrativas religiosas” que “reprimem a diversidade sexual e de gênero e promovem normas heteronormativas”.

Ele expressou indignação com o fato dessas narrativas terem sido “historicamente usadas para promover, permitir e tolerar a violência institucional e pessoal e a discriminação contra indivíduos com base na orientação sexual ou gênero“. Ele afirmou ainda que “isso resultou em uma variedade de construções normativas discriminatórios reforçadas ao longo do tempo”.

Madrigal-Berlioz prossegue afirmando que “evidências exploratórias (…) sugerem que muitas atitudes anti-LGBT que aparecem hoje em alguns sistemas de crenças religiosas são de origem relativamente recente”. Continuar lendo

NAÇÕES UNIDAS: O QUE ESTÁ POR TRÁS DO PACTO DIGITAL GLOBAL EM PREPARAÇÃO?

As Nações Unidas querem um Pacto Digital Global até setembro de 2024. O processo de desenvolvimento de “normas digitais” para monitorar, moderar e censurar o discurso online está sendo realizado sob o pretexto de combater a “violência de gênero, facilitada pela tecnologia” e conta com o apoio de mais de uma dúzia de países.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

O governo de Joe Biden está na vanguarda dos esforços para adotar e aplicar regras de censura global contra opiniões pró-vida e pró-família, como parte da Nova Ordem Mundial, já imposta à maioria dos países ocidentais e que se estende ao resto do planeta.

Gênero e feminismo

Por um lado, as críticas à ideologia de gênero são particularmente visadas:  os governos e o setor privado devem censurá-las como “discurso de ódio”. Por outro lado, espera-se que plataformas online e os provedores de acessos reforcem a ortodoxia feminista por meio da inteligência artificial, como parte da “segurança desde a elaboração”.

A primeira aparição dessas regras de censura data da Cúpula da Democracia 2022 por iniciativa do Departamento de Estado, intitulada “Parceria global para o combate ao assédio e ao abuso online baseada em Gênero”, que visa combater uma ampla gama de comportamentos.

O Departamento de Estado descreve a violência sexual como “qualquer ato cometido, assistido, agravado ou amplificado por meio do uso de tecnologia de informação e comunicação ou outras ferramentas digitais que cause, ou possa causar, danos ou outras violações de direitos e liberdades“. Continuar lendo

A TRAGÉDIA DA AUTORIDADE

Uma dupla homenagem: Corção e Santa Maria das Vitórias | Fratres in Unum.com

Gustavo Corção

Todos nós sabemos que o mundo moderno está envolvido numa guerra mais mundial, porque mais geral e mais penetrante, do que as duas anteriores. Uma torrente histórica vem de longe, recebendo afluentes, engrossando, para desaguar num estuário de anarquia e desordens com que os visionários pretendem contestar a obra de Deus e dos homens, pretende repelir a ideia de continuação e tradição, e até ousa pretender uma revolução mundial a fim de voltar à estaca zero para a recriação do mundo do homem a partir desse zero, ex nihilo.

Uma das peças essenciais do jogo é o princípio da autoridade que nunca esteve tão molestado e nunca foi tão contestado. E uma das consequências desse estado de coisas é o mau exercício da dita autoridade por todos que dela se acham investidos. Há uma razão profunda na raiz de tamanho mal: a autoridade, em seus variados níveis, é uma exigência da lei natural. Sem essa ideia é impossível a família, é impraticável a Cidade, é impensável uma Civilização.

Por outro lado, há na ideia de autoridade algo que parece soar falso, ou que parece antinatural: como poderemos admitir que um homem se torne rei ou chefe da multidão de homens feito do mesmo barro? A ideia de autoridade aparece logo como antagônica do ideal de igualdade que parece ser uma das metas do dinamismo da história: os séculos trabalham para produzir um nivelamento humano, dizem os vários seguidores do anarquismo revolucionário. A autoridade será então, no dizer deles, uma categoria anti-histórica. O senso comum, ao contrário, nos diz que o sucesso de qualquer obra humana exige unidade de ação, e essa unidade exige que uns mandem e outros obedeçam. Mas o senso comum é a primeira vítima das correntes revolucionárias. E o mundo moderno, desaguador de uma civilização que durante quatro séculos apostou tudo nas revoluções, está aí para nos oferecer uma amostra do que será o próximo mundo cada vez mais moderno, condenado a ser continuamente moderno. Continuar lendo

DESTRUIR O CATOLICISMO A PARTIR DE DENTRO, FORTALECENDO A MAÇONARIA”. REFLEXÕES SOBRE ALGUMAS PALAVRAS DE A. DUGIN

“Distruggere il Cattolicesimo dall’interno, rafforzare la massoneria”. Riflessioni su alcune parole di A. Dugin

Oferecemos aos leitores esta tradução, editada pela Rádio Spada, de extensos extratos do artigo El ideólogo ruso Dugin llamó a “destruir el catolicismo” y “organizar asesinatos(publicado no Tradición Viva e anteriormente no Outono.net). A parte que mais nos interessa é a do catolicismo, não só pela recente republicação dessas desconcertantes palavras em um site diretamente ligado a Dugin mas também pela associação que se pode fazer entre esses péssimos conteúdos e outros aspectos que são, no mínimo, controversos, pensa-se – apenas para citar o primeiro caso – de algumas declarações feitas nos últimos anos por pessoas próximas ao filósofo russo sobre a identificação de seu “Sujeito Radical” com Lúcifer.

Fonte: Radio Spada – Tradução: Dominus Est

Ultimamente, muito se tem falado sobre Aleksandr Dugin, um personagem cuja ideologia mistura ingredientes do fascismo, comunismo e nacionalismo russo.

Como consequência do coquetel ideológico que defende, Dugin atrai igualmente personagens de todas as extremidades do mapa político. Seu antiliberalismo radical atrai certos expoentes da direita e da esquerda que se sentem mais próximos da Rússia de Putin do que do Ocidente. Que Dugin tenha admiradores na extrema-esquerda não surpreende, visto que ele fundou o Partido Nacional-Bolcheviquecujo emblema era a foice e o martelo do comunismo no topo de uma bandeira muito semelhante com a do Partido Nazista. O que é difícil de entender é que existem católicos e conservadores de países ocidentais que o veneram e, sobretudo, lendo as coisas que Dugin disse, algumas das quais são puras apologias do terrorismo. Continuar lendo

BILL GATES QUER MAIS PODER À OMS

Bill Gates quer fortalecer o poder vinculativo da OMS nas Nações

Fonte: Media-Presse-Info – Tradução: Dominus Est

O bilionário Bill Gates está pedindo um “corpo de bombeiros mundial contra pandemias” para evitar “os mesmos erros” cometidos em resposta ao COVID-19, apoiando a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Escrevendo em uma coluna no The New York Times de 19 de março de 2023, Bill Gates comparou a gestão de emergências de saúde pública ao combate a incêndios, que requer uma resposta rápida, totalmente preparada não apenas para deter o fogo onde está, mas também para evitar que ele se espalhe para outras casas. “O mesmo se aplica a doenças infecciosas, em escala muito maior“, diz ele.

Estou otimista sobre uma rede que a OMS e seus parceiros estão construindo, chamada Global Health Emergency Corps”, escreve Gates. Para ser eficaz, ele argumenta, esse órgão precisará de “capacidades de teste em larga escala”, “monitoramento ambiental como testes em águas residuais”, financiamento de bilhões de dólares e “profissionais de todos os países e regiões”, com base nas “redes de especialistas existentes e lideradas por pessoas como os chefes das agências nacionais de saúde pública e seus responsáveis pela resposta às epidemias”. Continuar lendo

FBI CONFIRMOU SUA INFILTRAÇÃO EM PAROQUIAS CATÓLICAS TRADICIONALISTAS NOS EUA

O FBI colocou agentes disfarçados em paróquias católicas tradicionalistas nos Estados Unidos

Fonte: Media-Presse-Info – Tradução: Dominus Est

Membos republicanos do Congresso americano acusam o FBI de colocar “informantes infiltrados” em várias igrejas católicas, particularmente em igrejas tradicionalistas, a fim de monitorar “atividades suspeitas”. A notícia das infiltrações foi revelada, na segunda-feira, pelo House Select Committee on Weapons.

Esse comitê, apoiado pelos republicanos, foi criado em janeiro para investigar e denunciar as agências federais cujas ações continuam visando cidadãos que defendem os valores tradicionais. Desde então, o informante do FBI Kyle Seraphin divulgou documentos mostrando que a agência tem monitorado os chamados católicos “radicais”, especialmente aqueles que assistem à Missa em latim.

Documentos adicionais obtidos pelo comitê agora demonstram que o FBI “procurou utilizar organizações religiosas locais nessa infiltração para “detecção precoce e desenvolvimento de fontes de informação”” em capelas tradicionalistas. Continuar lendo

CANADÁ: O GOVERNO PRETENDE AUTORIZAR A EUTANÁSIA DE CRIANÇAS

Depois de afirmar, há sete anos, no estabelecimento da lei em junho de 2013, que ela só se aplicaria a adultos gravemente doentes, o governo agora está considerando a possibilidade de estender a eutanásia às crianças e doentes mentais.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

James Reinl, correspondente do Daily Mail para assuntos sociais, escreveu em 19 de março de 2023: “Quando o Canadá alterou suas leis em 2016 para permitir a eutanásia, os eleitores estavam seguros de que as injeções letais só estariam disponíveis para adultos gravemente doentes que precisassem apressar uma morte iminente e acabar com seu sofrimento”.

Muita coisa mudou nesses sete anos. “O governo está agora considerando a possibilidade de estender a eutanásia às crianças e doentes mentais.” O autor continua: “Outra preocupação: uma organização médica de ponta na província francófona ao leste do Québec, afirma que injeções letais devem ser disponibilizadas para recém-nascidos gravemente doentes”.

O Sr. Reinl continua: “Os defensores do suicídio assistido afirmam que ela permite que pessoas muito doentes coloquem fim à sua agonia. Seus críticos argumentam que é o início de uma ladeira escorregadia que está levando cada vez mais pessoas vulneráveis ​​a acabar com suas vidas prematuramente.” Continuar lendo

DEPUTADOS ESPANHÓIS RECEBEM SACOS COM RÉPLICAS DE FETOS HUMANOS ABORTADOS

Espanha – Vários deputados denunciaram terem recebido um saco contendo uma réplica de um feto humano, de doze semanas, ensanguentado. Isso foi enviado a eles na semana passada como parte de uma campanha contra a recente aprovação da lei do aborto.

Fonte: Media Presse Info – Tradução: Dominus Est

Isso foi confirmado pelos grupos parlamentares do PSOE, Unidas Podemos e EH Bildu, três dos partidos políticos que votaram a favor da nova lei do aborto na Câmara dos Deputados em 16 de dezembro.

Segundo essas fontes, os sacos vêm acompanhados de uma carta de Ignacio Arsuaga, presidente das associações Derecho a Vivir e Hazte Oír, criticando a aprovação dessa reforma. O autor da carta afirma ainda que a nova lei do aborto promovida pelo Ministério da Igualdade é “mais atroz” do que a aprovada pelo governo socialista de José Luis Rodríguez Zapatero e acusa os deputados aos quais é dirigida de terem permitido “a eliminação de seres humanos em um procedimento cirúrgico de extrema violência e crueldade”.

A carta denuncia ainda o fato de que o texto aprovado pelo Congresso, e que entrou em vigor esta semana, incita “o direcionamento daqueles médicos e trabalhadores da saúde que querem se opor conscientemente à eliminação de vidas humanas, através da criação de listas negras”.

A porta-voz do Derecho a Vivir, Inmaculada Fernández, reconheceu que a ação é “muito macabra”, mas justifica porque “o aborto é cruel, violento e sangrento, pois consiste em desmembrar, sugar um bebê no ventre materno. É muito macabro, mas é exatamente o que aprovaram.”