CONTRA OS JUÍZOS DOS HOMENS

Resultado de imagem para pecadorJesus: Filho põe tua confiança em Deus e não temas os juízos humanos, enquanto tua consciência te der testemunho da tua piedade e inocência. É bom e salutar sofrer deste modo, nem isso será penoso ao coração humilde, que confia mais em Deus que em si mesmo. Muitos falam com demasia, e por isso não se lhes deve dar muito crédito. Mas também não é possível satisfazer a todos. Ainda que Paulo se empenhasse por agradar a todos no Senhor, fazendo-se tudo para todos (1 Cor 9,22), contudo, fez pouco caso de ser julgado no tribunal dos homens (1 Cor 4,3).

Fez todo o possível para a edificação e salvação dos outros, quanto dele dependia; contudo não pôde evitar ser julgado e desprezado por alguns; por isso pôs tudo nas mãos de Deus, que tudo conhecia, e defendeu-se com paciência e humildade contra as línguas maldizentes dos que inventavam maldades e mentiras e as espalhavam a seu bel-prazer. Todavia, uma vez ou outra, dava resposta, para que seu silêncio não fosse causa de se escandalizarem os fracos.

Quem és tu, que temes um homem mortal? (Is 51, 12). Hoje existe e amanhã já não aparece. Teme a Deus, e não temerás as ameaças dos homens. Que mal te pode fazer um homem com palavras e afrontas? Mais se prejudica a si mesmo do que a ti, e, seja quem for, não poderá escapar ao juízo de Deus. Põe os olhos em Deus, e não contendas com palavras de queixa. Se agora pareces sucumbir e padecer injúria não merecida, não fiques contrariado nem diminuas a tua coroa com a impaciência, mas antes levanta os olhos ao céu, para mim, que poderoso sou, para te livrar de toda confusão e injúria e dar a cada um conforme suas obras.

Imitação de Cristo – Tomás de Kempis

OS QUARENTA LEGIONÁRIOS

Resultado de imagem para QUARENTA LEGIONÁRIOSA famosa Legião Fulminante, junto com outras fôrças, estava acampada na cidade de Sebaste (na Armênia), quando por ordem do governador daquela região, o feroz Agrícola, se leu um edito do imperador Licínio, em que se ordenava aos cristãos que oferecessem sacrifícios aos deuses falsos.

Quarenta daqueles legionários se negaram a cumprir a ordem do imperador. Conduzidos à presença de Agrícola, responderam aos seus agrados e ameaças dizendo: “Tu mesmo reconheces que pelejamos heróicamente pelo imperador da terra. Combatemos, todavia, com mais valor pelo do céu”.

Entre outros suplícios, quebraram-lhes os dentes com pedras e arrancaram-lhes as carnes com garfos. Finalmente, levaram-nos a um tanque gelado e ali tiveram de passar a noite despidos, no maior frio do inverno.

Junto ao tanque, Agrícola mandou pôr alguns banhos, cuja água, aquecida por braseiros, convidava os mártires a renegar sua fé e a submergir-se nelas. Durante a noite, os guardas adormeceram; só ficou acoradada a sentinela. Um dos quarenta cristãos não resistiu à tentação. Gritando que renegava a Cristo, saiu do tanque e submergiu no banho quente; mas aquela mudança, por demais rápida, ocasionou-lhe a morte, perdendo, assim, a vida temporal e a eterna.

Em seguida, a sentinela viu um anjo que, descendo do céu, coroava sucessivamente os trinta e nove que haviam permanecido no tanque. Ficou o anjo com uma coroa na mão, parecendo aguardar alguém que substituísse o apóstata. A sentinela, iluminada e movida pelo Espírito Santo, exclamou: “Eu também sou cristão”. Seus companheiros, que despertaram ao grito, viram-no despir-se e entrar no tanque gelado, onde o anjo o esperava para coroá-lo. Não era cristão, mas recebeu o batismo de sangue.
Continuar lendo

29 DE SETEMBRO – FESTA DE SÃO MIGUEL ARCANJO

Imagem relacionadaMichael, unus de principibus primis, venit in adiutorium meum — “Miguel, um dos primeiros príncipes, veio em meu socorro” (Dan. 10, 13).

Sumário. Entre os Anjos do paraíso não há um só que seja superior, nem quiçá igual a São Miguel, que foi escolhido por Deus para rebater o orgulho de Lúcifer e para o expulsar do céu. É, pois, com razão que ele foi colocado como protetor da Igreja Católica e de todos os fiéis. Alegremo-nos com o gloriosíssimo Arcanjo, recomendemo-nos a ele e dediquemos-lhe particular devoção, porque tem o honroso ofício de, na hora da morte, defender as almas contra os assaltos dos demônios e apresentá-las ao tribunal divino.

Entre os anjos do céu não há nenhum que seja superior, nem talvez, no dizer de São Boaventura, igual a São Miguel. E com razão, pois São Miguel foi escolhido por Deus para rebater o orgulho de Lúcifer e de todos os anjos rebeldes e para os expulsar do céu. — Minha alma, se amas este santo arcanjo, que tanto amor tem aos homens, congratula-te com ele pela grandeza de que goza no paraíso, e roga-lhe que, assim como é o protetor da Igreja universal e de todos os fiéis, seja também o teu protetor especial junto de Deus, que muito o ama e se compraz em ver glorificado por todos este anjo tão fiel e tão zeloso da glória divina.

Na missa pelos defuntos, a Igreja roga assim: São Miguel, o porta-bandeira, leve-as (as almas) à santa luz: Signifer sanctus Michael repraesentet eas in lucem sanctam. Os escritores explicam esta oração dizendo que São Miguel tem o ofício honroso de apresentar ao Juiz Jesus Cristo todas as almas que deixam este mundo em estado de graça. — Glorioso Arcanjo São Miguel, pela vossa proteção fazei que, no dia da minha morte, a minha alma esteja ornada da graça de Deus e seja digna de ser apresentada pelas vossas mãos a Jesus Cristo meu Juiz.
Continuar lendo

E LOGO CONSEGUIU

Resultado de imagem para Gema GalganiConta o seguinte fato o Padre Germano de S. Estanislau, diretor espiritual de Santa Gema Galgani, a qual faleceu em 1903.

O Padre fora à casa onde ela morava. Apenas entrara, chamou-o pelo nome, embora nunca o tivesse visto.

Durante o jantar retirou-se a jovem para o quarto.

As pessoas de casa levaram o Sacerdote para lá. Já estava em êxtases. Pedia em voz alta a conversão de um grande pecador. Jesus parecia não querer atender. Mas ela afirmava: “Não me levantarei daqui enquanto não for atendida. Lembre-se, Senhor, que essa alma lhe custou o sangue e morte”.

Jesus então foi enumerando um por um todos os pecados graves daquele pecador. Gema Galgani, repetindo os pecados, pedia que tivesse mesmo assim compaixão.

Mas Jesus parecia não querer ainda atender.

– Pois bem, Jesus, se é assim então eu vou dirigir-me à sua Mãe Santíssima.

E mal apresentara o pedido a Nossa Senhora, Gema exclamou:

“Está Salvo! Está salvo!”

Depois disso, o Padre se retirou a seu quarto. Decorridos alguns minutos, ouve bater à porta.

– Está aqui um senhor de fora que o procura, disse a dona da casa> Mande o entrar.

– Está bem; que venha cá.

O desconhecido atirou-se aos pés do Sacerdote, exclamando entre lágrimas:

– Padre confesse-me.

Era exatamente aquele pecador mencionado por Gema Galgani.

Feita a confissão (o Padre já ouvira todos os pecados antes) pôde dizer-lhe um que o pecador esquecera.

A oração e o pedido de Nossa Senhora vale imensamente e, por isso, alcança tudo.

Como Maria Santíssima é boa! – Frei Cancio Berri