A FORMAÇÃO DE FUTUROS SACERDOTES

Posts sobre o assunto podem vistos nesses links:

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

TONSURA, ORDENS MENORES E SUBDIACONATO EM LA REJA – 2019

Fonte: Seminario Nuestra Señora Corredentora – Tradução: Dominus Est

Neste sábado, 12 de outubro de 2019, ocorreu a cerimônia de ordenações no Seminário, na qual D. Alfonso de Galarreta conferiu as diferentes Ordens aos seminaristas:

Tonsura, para os seminaristas do 2º ano  (2 argentinos, 1 brasileiro, 1 espanhol e 1 mexicano);

Primeiras Ordens Menores, de Hostiário e Leitor, aos seminaristas do  3º ano (1 argentino e 1 mexicano);

Segundas Ordens Menores, de Exorcista e Acólito aos seminaristas do  4º ano  (2 argentinos, 1 espanhol e 1 brasileiro);

Subdiaconato, aos seminaristas do 5º ano  (2 argentinos, 1 brasileiro e 1 guatemalteco).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Embora o clima não tenha ajudado muito, já que foram 2 dias de chuva intensa, foram muitos os fiéis que puderam assistir essa bela cerimônia, particularmente muitas famílias dos seminaristas que receberam as ordens sagradas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Confiamos suas orações a esses novos levitas, para que Deus lhes conceda a santificação de seu novo estado eclesiástico, e para que todas essas graças recebidas frutifiquem abundantemente em suas almas.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

LA REJA, 29 DE SETEMBRO: COMPROMISSOS NA FSSPX E RENOVAÇÃO DE VOTOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Seminario Nuestra Señora Corredentora – Tradução: Dominus Est

No dia 29 de setembro, festa de São Miguel Arcanjo, na missa maior rezada pelo Reitor do Seminário, Pe. de Lassus, assistimos aos compromissos dos seminaristas da FSSPX, bem como a renovação dos votos religiosos de nossos Irmãos. Por esse motivo, os Irmãos do Distrito se uniram a nós, depois de terem feito o retiro anual pregado pelo Pe. Álvaro Calderón.

Primeiro houve os  primeiros compromissos dos seminaristas (2 argentinos, 1 mexicano, 1 brasileiro e 1 espanhol) que, se Deus quiser, no dia 12 de outubro receberão a tonsura e ingressarão no estado clerical. Junto deles, fizeram também os compromissos perpétuos na Fraternidade 4 futuros Subdiáconos (2 argentinos, 1 brasileiro e 1 guatemalteco), que no mesmo dia 12 de outubro se consagrarão perpetuamente ao serviço do Santo Altar. Depois disso, 3 Irmãos renovaram seus votos, dos quais 2 argentinos.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

D. LEFEBVRE – 90 ANOS DE SACERDÓCIO

Image result for dom lefebvre fotoFonte: Boletim Permanencia

Que graça extraordinária para um jovem subir ao altar como ministro de Nosso Senhor, ser um outro Cristo! Nada é mais belo nem mais grandioso aqui na terra. Para isto vale a pena abandonar sua família, renunciar a constituir uma, renunciar ao mundo, aceitar a pobreza.” ― Dom Marcel Lefebvre. Carta Aberta aos Católicos Perplexos, capítulo 7.

Quantas jovens almas, pelas mãos de Dom Lefebvre, terão subido ad altare Dei! Quantas almas, graças a ele, terão encontrado a alegria de consagrar inteiramente sua mocidade, sua maturidade, sua velhice, ad Deum qui laetificat juventutem meam!

Naqueles dias em que, por mistério de permissão divina, os mais altos hierarcas da Igreja começaram a render-se ao culto do homem, ao elogio do mundo, aos sinais dos tempos, suscitou a Divina Providência um bispo para salvar a pureza da Fé, para guardar o Santo Sacrifício da Missa e os sacramentos de sempre, para fazer sobreviver o sacerdócio católico. Depois de uma vida de Fé firme como a rocha, pôde certamente dizer a Nosso Senhor, no dia do seu venturoso juízo, o epitáfio que mandara talhar na rocha de seu túmulo: Tradidi quod et accepi.

No dia de hoje, cá na terra, comemoramos os noventa anos de ordenação de Dom Lefebvre. No hoje eterno do Céu, o Eterno Sacerdote o parabeniza:

Muito bem, Marcel. Muito bem, meu sacerdote!

O intrépido bispo, talvez se possa dizê-lo, sorrirá o mesmo sorriso manso, com a mesma serena expressão dos seus dias de combate. E que combate! E nós cá debaixo, nós os herdeiros de sua peleja, podemos bem rogar e suplicar e esperar daquela alma indelevelmente sacerdotal, bendita pelo caráter e mais ainda pela glória, que peça por nós ao divino interlocutor:

Senhor, dai-lhes sacerdotes! Dai-lhes santos sacerdotes!

* * *

Oração de Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face:

Ó Jesus, Sumo e Eterno Sacerdote, conservai os vossos sacerdotes sob a proteção do vosso Coração amabilíssimo, onde nada de mal lhes possa suceder. Conservai imaculadas as suas mãos ungidas, que tocam todos os dias em vosso Corpo Santíssimo. Conservai puros os seus lábios, tintos pelo vosso Sangue preciosíssimo. Conservai desapegados dos bens da terra os seus corações, que foram selados com o caráter firme do vosso glorioso sacerdócio. Fazei-os crescer no amor e fidelidade para convosco, e preservai-os do contágio do mundo. Dai-lhes também, juntamente com o poder que tem de transubstanciar o pão e o vinho, em Corpo e Sangue, o poder de transformar os corações dos homens. Abençoai os seus trabalhos com copiosos frutos, e concedei-lhes um dia a coroa da vida eterna. Assim seja!”

 

TOMADA DE BATINA NO SEMINÁRIO NOSSA SENHORA CORREDENTORA, FSSPX, 2019

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Seminário Nuestra Señora Corredentora

Neste 15 de setembro, na festa de Nossa Senhora Corredentora, padroeira de nosso seminário, os 7 seminaristas do ano de espiritualidade receberam suas batinas, a saber: 3 mexicanos, 2 brasileiros, 1 argentino e 1 paraguaio. A missa foi celebrada por nosso reitor, Pe. Jean de Lassus .

A cerimônia contou com a presença de numerosos parentes das respectivas famílias dos seminaristas, acompanhados também por um bom número de fiéis. Graças a Deus, o dia, já primavera, também foi muito agradável.

Pedimos, então, orações pela perseverança desses jovens candidatos, que deram o primeiro passo na carreira sacerdotal.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

A FSSPX CHEGA A 658 SACERDOTES

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Após as ordenações que ocorreram nos Seminários da Fraternidade São Pio X no hemisfério norte nesse mês de junho de 2019, 13 novos padres vieram reforçar as fileiras da obra sacerdotal fundada por Mons. Marcel Lefebvre (1905 -1991) há quase cinquenta anos atrás. 
 
Cinco candidatos norte-americanos foram ordenados sacerdotes para a eternidade, em 21de Junho, por Mons. Bernard Tissier de Mallerais em Dillwyn (EUA) e seis candidatos (quatro franceses, um inglês e um italiano) foram ordenados em 28 de junho Por Mons. Alfonso de Galarreta, em Ecône (Suíça). Finalmente, dois novos sacerdotes (1 alemão e 1 polonês) foram ordenados, em Zaitzkofen (Alemanha) em 29 de junho por Mons. Bernard Fellay.
 
A Fraternidade São Pio X tem agora 658 padres, 3 bispos, bem como 128 irmãos professos e 74 irmãs Oblatas.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

ORDENS MENORES E SUBDIACONATO EM ECÔNE E ZAITZKOFEN – 2019

No dia 6 de abril, no sábado chamado Sitientes, D. Fellay conferiu as segundas ordens menores a 2 clérigos da FSSPX e a 1 irmão dos Cooperadores de Cristo Rei, de Caussade, bem como ordenou o subdiaconato a 9 seminaristas, em Ecône (Suiça)

Este slideshow necessita de JavaScript.

No mesmo dia, D. Alfonso de Galarreta ordenou 3 subdiáconos no Seminário do Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen (Alemanha).

Este slideshow necessita de JavaScript.

As ordenações nos Estados Unidos foram postergadas devido aos problemas de saúde enfrentados por D. Tissier.

*************************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

PREDIÇÕES DO SANTO CURA D’ARS SOBRE OS ATAQUES AO SACERDÓCIO

“Quando se quer destruir a religião, começa-se atacando o sacerdote, porque onde não há sacerdotes, não há sacrifício, e onde já não há sacrifício, não há mais religião.” Estas palavras do Cura d’Ars oferecem o melhor comentário que se pode fazer sobre os eventos atuais da Igreja neste 2019.

Fonte: FSSPX México – Tradução: Dominus Est

São João Maria Vianney afirma a estreita relação que une o sacerdote ao sacrifício e a religião. Em sua época, as pessoas ainda podiam se lembrar dos padres massacrados pela Revolução Francesa e daqueles que juraram lealdade à constituição civil do clero. No interior e exterior da Igreja, o sacerdote foi atacado para que não houvesse mais sacrifício, para que não houvesse mais religião, exceto a da deusa da Razão. O Cura de Ars costumava dizer: “Deixem uma paróquia sem sacerdote durante 20 anos e as pessoas começarão a adorar os animais“.

Hoje, o sacrifício tem sido atacado por fora e por dentro. O mundo consumista rejeita o espírito de sacrifício para satisfazer sua ganância: prazer, dinheiro e orgulho, como nos diz São João. Infelizmente, ao tratar de abrir a Igreja ao mundo moderno, o aggiornamento conciliar colocou de lado o espírito de sacrifício, como relegou o tabernáculo aos corredores laterais: o altar tornou-se uma mesa, a Missa tornou-se num jantar A salvação do planeta se prega do púlpito, juntamente com as boas-vindas aos migrantes … O Cura de Ars ensinou seu rebanho: Todas as boas obras do mundo juntas não são equivalentes ao sacrifício da Missa, porque são obras dos homens, e a Santa Missa é obra de Deus.

É hora de perceber que o sacerdote sem o sacrifício conduz diretamente a uma religião sem sacerdotes, a uma Igreja sem vocações, a igrejas sem fiéis. Hoje vemos todos esses males e eles nos dominam. The Cura of Ars conhecia a solução: “Oh! Que bem faz um sacerdote em oferecer-se a Deus, todas as manhãs, em sacrifício!”

Padre Alain Lorans

ECÔNE: TONSURAS E PRIMEIRAS ORDENS MENORES CONFERIDAS POR D. TISSIER DE MALLERAIS – 2019

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No dia 16 março de 2019, D. Tissier de Mallerais, Bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, durante a Missa Pontifical, conferiu a Tonsura a 11 seminaristas do segundo ano, a 1 monge do Mosteiro dos Beneditinos de Bellaigue e a 1 frade capuchinho do Convento de Morgon.

D. Tissier conferiu as primeiras Ordens Menores a 9 seminaristas do terceiro ano, a 3  beneditinos e 3 capuchinhos .

Como sinal de renúncia à vida mundana, o pontífice corta algumas mechas de cabelo. Nas Ordens antigas a tonsura é mais visível, como ainda é portada, por exemplo, entre os Capuchinhos e Beneditinos após a cerimônia de tonsura, portando apenas uma coroa de cabelo.

Depois de conferir a tonsura, Sua Excelência conferiu as ordens menores (1):

O Hostiário (2) tem a tarefa de abrir e fechar as portas da igreja e assegurar a santidade do local de culto. Também é responsável pela convocação, tocando o sino, dos fiéis às funções divinas.

O Leitor lê as leituras do Antigo Testamento em público: dessa maneira, ele começa a exercer o papel sacerdotal do ensino.

Rezemos pela perseverança desses jovens que são uma fonte de esperança e promessa real para a Igreja.

Notas 

  1. As quatro ordens menores (Hostiário, Leitor, Exorcista e Acólito) são graus do sacerdócio. Não são mais conferidas nos seminários conciliares.
  2. “O Hostiário deve guardar a igreja dia e noite, cuidar para que nada se perca; abrir e fechar a igreja e a sacristia; cuidar da limpeza e da decoração da igreja; tocar os sinos para indicar as horas das diferentes orações; manter a ordem do lugar e observar o silêncio e a modéstia; evitar que os infiéis entrem na igreja, perturbando os serviços, profanando os mistérios; abrir o livro ao pregador.”

FSSPX: RETORNO DOS SEMINÁRIOS DO HEMISFÉRIO SUL

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Os seminários da Fraternidade São Pio X no hemisfério sul tiveram seu retorno nesse mês de março, dedicado a São José, patrono da Igreja universal.  

Na Argentina, o Seminário Nossa Senhora Corredentora, em La Reja, acolheu 10 alunos de ano de humanidades, bem como 10 seminaristas no primeiro ano de espiritualidade: 4 brasileiros, 3 mexicanos, 2 argentinos e 1 paraguaio. Outros 2 postulantes à Irmãos, do Brasil e do México, também bateram à porta do noviciado dos Irmãos da Fraternidade São Pio X

Na Austrália, o Seminário da Santa Cruz, em Goulburn, acolheu 6 estudantes no Ano de Humanidades, bem como 2 seminaristas no primeiro ano de Espiritualidade: 1 australiano e 1 neozelandês. Dois postulantes à Irmãos (1 nigeriano e 1 sul-africano) também entraram no noviciado dos Irmãos. 

Com as entradas do outono de 2018 em Zaitzkofen (Alemanha), Flavigny (França) e Dillwyn (EUA), o total de ingressos nos seminários da Fraternidade para este ano acadêmico é de 62 seminaristas do primeiro ano.

Rezemos pela perseverança de todos eles.

TOMADA DE BATINA NO SEMINÁRIO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS, EM ZAITZKOFEN (ALE) – 2019 – O APELO ENÉRGICO DE D. DE GALARRETA

0f8a0528

Fonte: FSSPX México – Tradução: Dominus Est

Nos dias 2 e 3 de fevereiro de 2019, em Zaitzkofen (Alemanha), D. Alfonso de Galarreta oficiou as cerimônias de tomada batina, recebimento de tonsura e primeiras ordens menores. No total, foram 11 os candidatos ao sacerdócio, que refletiam, mais uma vez, a juventude e a vitalidade do seminário alemão da Fraternidade de São Pio X.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O 02 de fevereiro de 2019 foi um dia de grande festa no Seminário do Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen: 6 seminaristas do primeiro ano receberam a batina e outros cinco receberam a tonsura, e no dia seguinte, as primeiras ordens menores.

As cerimônias de 2 e 3 de fevereiro foram oficiadas pelo Primeiro Assistente Geral da FSSPX, D. Alfonso de Galarreta.

Na homilia proferida durante a cerimônia de tomada da batina, o Bispo destacou as profundas razões da crise que atualmente atravessa a Igreja.

No dia seguinte, durante a Missa da cerimônia das ordens menores, D. de Galarreta recordou a importância do combate da Fraternidade para defender a Tradição, enquanto a confusão reina na Igreja.

O pontífice falou com tristeza sobre as dioceses alemãs onde já se pratica a intercomunhão com os protestantes, desprezando a Tradição da Igreja, e citou o cardeal-arcebispo de Utrecht (Holanda), D. Willem Jacobus Eijk, que denunciou “uma apostasia idêntica à mencionada pelo Apóstolo São Paulo “.

Guardem intacta a memória de Mons. Lefebvre e Mons. de Castro Mayer, que nos deram o exemplo a ser fiéis testemunhas da fé“, disse aos jovens levitas.

Este ano, uma equipe de jornalistas austríacos que fizeram uma reportagem sobre a Fraternidade, filmaram a cerimônia e gravaram várias entrevistas com vários sacerdotes, seminaristas e familiares: um fato que contribui, de certa forma, para o testemunho sobre a força da Tradição na Alemanha.

*************************************

Assim, completam-se as primeiras cerimônias de tomada de batina, tonsura e ordens menores do ano de 2019 nos Seminários da FSSPX no Hemisfério Norte.

As outras duas foram:

*************************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

TOMADA DE BATINA, TONSURAS E SUBDIACONATO NO SEMINÁRIO SANTO TOMÁS DE AQUINO, EM DYLLWIN (EUA) – 2019

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No dia 2 de Fevereiro de 2019, Sua Excelência D. Bernard Fellay, Bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X . concedeu a batina a 24 seminaristas do primeiro ano no Seminário Santo Tomás de Aquino, em Dillwyn (EUA): 21 americanos, 2 irlandeses e 1 canadense.

Ele também conferiu a tonsura a 8 candidatos (6 americanos, 1 canadense e 1 irlandês), bem como o subdiaconato a 1 seminarista americano e a segunda ordem menor a outro.

Mons. Marcel Lefebvre, fundador da FSSPX, sempre defendeu o uso da batina como sinal de sacrifício: um sermão vivo, pregando Nosso Senhor Jesus Cristo no mundo. Foi também o sentido do sermão de D. Fellay, que pregou sobre o profundo significado dessa tomada de batina que separa esses jovens seminaristas do resto do “mundo”.

A batina, sóbria e austera, simboliza o distanciamento dos seminaristas do mundo em tudo o que pode ter de frívolo, de leve, de superficial. Ela também indica, de um ponto de vista positivo, o estreito vínculo que agora os une a Nosso Senhor Jesus Cristo.

O Seminário de Dillwyn está localizado na Virgínia, no condado de Buckingham. Foi inaugurado em 4 de novembro de 2016, na festa de São Carlos Borromeu, o grande cardeal que aplicou a reforma do Concílio de Trento em seu arcebispado de Milão.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

 

TOMADA DE BATINA NO SEMINÁRIO SANTO CURA D’ARS EM FLAVIGNY (FRANÇA) – 2019

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No dia 2 de fevereiro, no Seminário Santo Cura d’Ars, D. Tissier de Mallerais, bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, concedeu o hábito clerical aos 16 seminaristas do primeiro ano.

Os novos levitas são franceses em sua maior parte, mas também há 2 ingleses, 1 português e 1 suíço. Cerca de 30 padres da FSSPX – de toda a França – vieram prestigiá-los, incluindo o Pe. Benoît de Jorna, Superior do Distrito da França. O Pe. Robert Brucciani, Superior do Distrito da Grã-Bretanha, assistiu o Bispo como diácono assistente. O Padre Samuel Bon, encarregado do apostolado da Fraternidade em Lisboa, Porto e Fátima, conduziu uma bela delegação de fiéis portugueses.

Os padres de Mérigny estavam representados, assim como os Capuchinhos, as Irmãs e Oblatas da FSSPX, e também as professoras Dominicanas de Brignolles e Fanjeaux.

Em sua homilia, o celebrante comparou a entrada dos levitas no santuário e a entrada de Jesus no templo no dia de Sua apresentação: a batina é um sinal de contradição. Ele citou uma Carta Circular de Mons. Lefebvre aos seus confrades, quando era Superior Geral dos Padres do Espírito Santo: “Vocês não são do mundo”(Jo 15,19)(…); “Vocês serão minhas testemunhas” (At 1, 8)!  Precisamente a batina traz essas duas finalidades, marcando a separação do mundo e o testemunho dado a Nosso Senhor. (…) A vestimenta laica, o desaparecimento de todo testemunho do traje aparece claramente como falta de fé no sacerdócio, um menosprezo do sentido religioso ao próximo e, além disso, uma covardia, uma falta de coragem em suas convicções. (11 de fevereiro de 1963)

O seminário de Flavigny está instalado na Casa Lacordaire, que acaba de celebrar 200 anos de vida religiosa. Em 4 de novembro de 1818, a propriedade que havia sido, no século XIII, a moradia do oficial de justiça real de Auxois, tornou-se o seminário menor da diocese de Dijon. De 1824 a 1846 foi a Sede das Irmãs da Providência de Vitteaux.

Em 1848, Pierre Grognot, Cura de Flavigny, ofereceu a propriedade ao Revmo. Pe Lacordaire. O famoso pregador e restaurador da Ordem Dominicana na França fez dela o noviciado dominicano da província da França. Foi nessa época que a igreja foi construída.

Após a expulsão dos dominicanos em 1880 e 1903, outras comunidades os sucederam: as Ursulinas e as Dominicanas. O convento de Saint-Dominique, desde essa época, leva o nome de Casa Lacordaire. Em 1939, as Missionárias Dominicanas mudaram sua sede para lá. Elas permaneceram até 1971, cuidando dos doentes e do oratório. Sua presença permanece gravada na memória dos flavignianos. Seu fundador descansa no cemitério da propriedade.

Em 1971, as Pequenas Irmãs de São Francisco adquiriram o prédio para fundar, com a ajuda de Mons. Coache, um ramo de observância tradicional. Eles se dedicam ao cuidado dos idosos e continuam hoje suas atividades na Bretanha, em Trévoux.

Em 1986, a Fraternidade Sacerdotal São Pio X mudou-se para esta casa para formar Seminaristas e Irmãos no espírito tradicional da Igreja. Foram mais de 680 candidatos de 38 nacionalidades diferentes que passaram lá nesses 30 anos.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

 

FOTOS DAS ORDENAÇÕES DIACONAIS E SACERDOTAIS EM LA REJA (ARG) – 2018

Fonte: Seminário Ntra Sra. Corredentora – Tradução: Dominus Est

Graças a Deus fomos acompanhados por um lindo dia, quase como de primavera, fresco e ensolarado, como se ainda não tivéssemos entrado no verão. Às 9:30, D. Alfonso de Galarreta celebrou a Missa Pontifical, durante o qual, depois de um belo sermão sobre o sacerdócio, recebeu primeiramente o diaconato o seminarista argentino do 5º ano: Gaston Driollet. E logo depois, a ordenação sacerdotal dos que eram, até então, diáconos: Humberto  Bernabe  (Guadalajara, México), Pablo  Bianchetti (Buenos Aires, Argentina) e Raphael  da Silva  (Rio de Janeiro, Brasil), que foram acompanhados por uma boa afluência de sacerdotes e fiéis .

Deo gratias!

Este slideshow necessita de JavaScript.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

ORDENAÇÃO DE UM SACERDOTE E UM DIÁCONO EM GOULBURN (AUSTRÁLIA)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No dia 13 de dezembro, o  Seminário da Santa Cruz em Goulburn experimentou a emoção de um grande dia, com a tradicional cerimônia de ordenação que marca o fim de um ano rico em graça para o Seminário australiano da Fraternidade.

Foi D. Bernard Fellay, Bispo Auxiliar e Conselheiro Geral da FSSPX, quem conferiu o diaconato à Martin Anozie e sacerdócio à John Mwangi .

No dia D, a chuva ia ao encontro: chuva de graças, é claro, mas também chuvas abundantes e benéficas neste canto de Nova Gales do Sul, que muito precisava dela.  

O mau tempo teve o bom senso de parar à tempo das procissões de entrada e saída, como em um piscar de olhos celestial abençoando a ordenação sacerdotal do Pe. John Mwangi Gitonga, o novo padre queniano. 

A África também foi o centro das atenções com a ordenação de um diácono e um acolito: outro queniano e um nigeriano. 

A assistência foi impressionante: 27 sacerdotes impuseram as mãos ao novo sacerdote, diante de mais de quatrocentos fiéis reunidos durante a missa pontifícal.

As entradas previstas para o próximo ano no seminário são promissoras: 7 candidatos ao ano de espiritualidade são esperados a fim de se prepararem para ascenderem, se Deus quiser, os degraus que os separam um verdadeiro sacerdócio católico.  

Deo gratias!

D. FELLAY CONFERE SUBDIACONATO, ORDENS MENORES E TONSURA A 12 SEMINARISTAS DE LA REJA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Sábado, 6 de outubro, 2018, D. Bernard Fellay, Bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, conferiu o subdiaconato, as ordens menores e a tonsura a 12 seminaristas do Seminário de Nossa Senhora de Corredentora, em La Reja, Argentina.

– Tonsura para 5 seminaristas do segundo ano

– Primeiras Ordens Menores – Hostiário e Leitor – para 4 seminaristas do terceiro ano.

– Segundas Ordens Menores – Exorcista e Acólito – para 3 seminaristas do quarto ano.

– Subdiaconato  para 1 seminarista do quinto ano

Nas ordens antigas, a tonsura é mais visível, como ainda é usado, por exemplo, nos capuchinhos e nos beneditinos que, após a cerimônia de tonsura, não levam mais que uma coroa de cabelo.

Os seminaristas se ajoelham diante do Bispo que, em um gesto simbólico, corta quatro mechas de cabelo em forma de uma cruz. “O Senhor é parte da minha herança” (4), então diz o novo levita.

Esta é uma alusão à tribo de Levi no Antigo Testamento cujos membros, por suas funções ao serviço do Templo não possuíam territórios na Terra Prometida, o próprio Senhor se declarou sendo sua herança.

Depois de dar a tonsura, o Bispo conferiu as ordens menores:

– O Hostiário tem a tarefa de abrir e fechar as portas da igreja e garantir a santidade do local de culto. Ele também é responsável pela convocação dos fiéis, tocando o sino, às funções divinas: 

“O Hostiário deve guardar a igreja dia e noite, cuidar para que nada se perca; abrir e fechar a igreja e a sacristia; cuidar da limpeza e da decoração da igreja; tocar os sinos para indicar as horas das diferentes orações; manter a ordem do lugar e observar o silêncio e a modéstia; evitar que os infiéis entrem na igreja, perturbando os serviços, profanando os mistérios; abrir o livro ao pregador. ”

Ao tocarem as chaves da igreja, o bispo também lembra as contas que terão que prestar a Deus por esse serviço. No fundo da igreja, um a um, eles abrem a porta e tocam o sino.

De volta à frente do altar, eles são ordenados Leitores para a edificação dos fiéis. O Leitor faz as leituras do Antigo Testamento em público: dessa forma ele começa a exercer o papel sacerdotal de ensino.

“O que vossos lábios lerão, creiam-no de todo o coração e mais ainda, pratiquem-no por vossas obras … Como se mantendes de pé para ler, devereis também dar o exemplo e praticar uma virtude mais elevada que aqueles que vos ouvem.“

As quatro ordens menores – Hostiário e Leitor, Exorcista e Acólito – são graus do sacerdócio. Já não são conferidos nos seminários conciliares.

************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

2018 – NOVO RECORDE DE ENTRADAS NOS SEMINÁRIOS DA FSSPX

semi

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Seminário de Zaitzkofen, na Alemanha

Na Alemanha, o Seminário do Sagrado Coração de Zaitzkofen, na Baviera, acolheu no mesmo dia 7 candidatos: 3 poloneses, 2 austríacos, 1 alemão e 1 lituano. Além disso, 3 postulantes alemães entraram no Noviciado dos Irmãos.

Seminário de Flavigny, na França

Na França, o seminário São Cura d’Ars viu 16 candidatos entrarem no primeiro ano em 6 de Outubro primeiro sábado do mês e véspera da festa de Nossa Senhora do Rosário: 12 franceses, 2 ingleses, 1 português e 1 suíço.

Seminário de Dillwyn, nos EUA

Nos Estados Unidos, o Seminário Santo Tomas Aquino, em Dillwyn, Virginia, acolheu 24 pré-seminaristas (21 americanos e 3 canadenses) e 27 seminaristas do primeiro ano: 24 americanos, 2 irlandeses e 1 canadense.

Seminário de La Reja, na Argentina

Na Argentina, o Seminário Nossa Senhora Corredentora, em La Reja, acolheu 7 seminaristas no primeiro ano de espiritualidade: 3 brasileiros, 2 argentinos, 1 espanhol e 1 mexicano, que deram os primeiros passos que os conduzirão ao sacerdócio

Seminário Goulburn, na Austrália 

Na Austrália, o Seminário da Santa Cruz, em Goulburn, recebeu 2 estudantes do ano de humanidades, bem como 6 seminaristas no primeiro ano de espiritualidade: 3 sul-coreanos, 1 australiano, 1 filipino e 1 nigeriano. Três irmãos postulantes (1 australiano, 1 indiano e 1 nigeriano) também entraram no noviciado dos Irmãos.

Total de entradas 2018-2019 para a FSSPX: 65 seminaristas

Desde o início do ano, incluindo os jovens que entraram nos dois seminários no hemisfério sul (Argentina e Austrália), foram ao todo 65 candidatos ao sacerdócio que bateram à porta da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, um novo recorde, já que temos que voltar mais de trinta anos para encontrar um número como esse.

ORDENAÇÕES DOS CAPUCHINHOS DE MÓRGON – 2018

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Foi em um magnífico dia de um belo final de verão que D. Alfonso de Galarreta, Bispo Auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X realizou a ordenação de 1 diácono e 2 padres para a comunidade dos Capuchinhos de Morgon .

A cerimónia foi realizada no verdejante parque do castelo de Nety – no município de Saint-Etienne-des-Ouillères – onde os Frades Menores se instalaram, com cuidado especial, uma grande tenda onde quase 300 fiéis foram apoiar, com a sua presença, os filhos do “Poverello”.

Como não lembrar que nesse dia das ordenações – 17 de setembro – é o da festa da impressão dos estigmas de São Francisco e que há 100 anos, em 20 de setembro de 1918, o Padre Pio também recebeu os estigmas visíveis em suas mãos, seus pés, seu lado e seu ombro?

PROCISSÃO DE ENTRADA

Este slideshow necessita de JavaScript.

ORDENAÇÃO DO IRMÃO CASSIANO AO DIACONATO

Foi na segunda-feira, 7 de maio de 2018, o Irmão Cassien, OFM, que já tinha feito seus votos perpétuos em 11 de fevereiro de 2018, na festa das aparições de Nossa Senhora em Lourdes, recebeu o subdiaconato das mãos de Dom Alfonso de Galarreta, responsável pelas comunidades amigáveis.

Hoje ele continua a sua subida ao sacerdócio, recebendo do mesmo pontífice, que se tornou agora Primeiro Assistente Geral do Pe. Davide Pagliarani, o diaconato.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em seu sermão D. de Galarreta enfatizou o papel do sacerdote como encarregado de distribuir toda a verdade do Verbum Christi, o Evangelho de Cristo, e lamentou que a Igreja oficial, ou melhor, a Igreja conciliar – frisou ele -, não garante mais essa Verdade desde que o Concílio Vaticano II começou a fazer seus inúmeros estragos.

ORDENAÇÃO SACERDOTAL DOS IRMÃOS LÉON-MARIE E AS PRIMEIRAS BENÇÃO DOS NOVOS PADRES

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grande e terrível dia para os irmãos Léon-Marie e Gilles-Marie que se tornaram, por sua ascensão ao sacerdócio, Alter Christus, e que terão que levar a mesma cruz do Divino Mestre. Com o mesmo abandono, a mesma determinação e o mesmo amor Daquele que deu Sua vida pela nossa salvação.

A FAMÍLIA CATÓLICA, AQUELA ONDE DEUS É SERVIDO PRIMEIRO …E ONDE “NÃO RELIGIOSOS” SÃO A MINORIA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Não poderíamos terminar essa reportagem sem mencionar, mesmo que sofram pela sua modéstia, o exemplo das famílias da Tradição que demonstram como uma verdadeira educação católica pode produzir belos e numerosos frutos.

Eis que, nas fotos acima, podemos ver que uma família de 11 filhos – a do Sr. e Sra Bernard Gelineau – deu 8 deles à Igreja: 2 sacerdotes eIrmãos na FSSPX, 1 capuchinho de Morgon,Beneditino de Bellaigues , 1 Freira beneditina de Perdechat e 1 Irmã do FSPX .

Mas isso não é tudo! Porque a irmã da Sra. Gelineau se casou com o Sr. MORILLE e de sua numerosa família saiu 1 padre da FSSPX – o Pe. Michel Gelineau -, 1 professor dominicano de Fanjeaux e 1 Clarissa de Morgon.

Quem dirá quanta dedicação, quanto sacrifício, quanta entrega de si mesmo, quanto amor por Nosso Senhor e Nossa Senhora se levou para chegar a essa abençoada “missão” de Deus?

Grandes graças foram dispensadas neste dia de ordenação onde todos puderam sentir uma grande paz, uma total serenidade e uma profunda alegria, totalmente católica.

Rezemos pela perseverança dos novos ordenados e peçamos a Deus que nos dê muitas santas vocações religiosas e sacerdotais.

Deo gratias!

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

TOMADA DE BATINA EM LA REJA – 2018

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Na manhã de domingo, 16 de setembro, 2018, durante a grande Missa das 10:00h, o Padre Álvaro Calderón, Vice-Diretor do Seminário de Nossa Senhora Corredentora de La Reja (Argentina), entregou a batina a 7 seminaristas do primeiro ano de espiritualidade. 

Em sua homilia, o celebrante evocou diante dos seminaristas o amor pelo sacerdócio e o distanciamento do mundo que a batina significa. Esta sóbria veste eclesiástica manifesta sua consagração a Deus. 

São 7 seminaristas: 3 brasileiros, 2 argentinos, 1 espanhol, 1 mexicano. 

Em menos de um mês, no dia 6 de outubro, serão realizadas as cerimônias da tonsura, das ordens menores e do subdiaconato. Estas ordens, que são todos os graus para o sacerdócio católico, serão concedidas por Mons. Fellay, Bispo Auxiliar e Conselheiro Geral da Fraternidade São Pio X. 

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

DO ZELO DA SALVAÇÃO DAS ALMAS QUE DEVEM TER OS RELIGIOSOS

sacerRecupera proximum tuum secundum virtutem tuam – “Assiste ao teu próximo segundo as tuas forças” (Ecclus. 29, 27).

Sumário. Quem ama muito o Senhor, não se contenta de ser só em amá-Lo; desejaria atrair todo o mundo ao seu amor. E que maior glória para o homem, que ser cooperador de Deus na grande obra da salvação das almas: correspondamos, pois, à nossa sublime vocação, abrasando-nos sempre mais de santo zelo, dirijamos para este fim todos os nossos empenhos. Deste modo, à medida que socorrermos as almas do nosso próximo, assecuraremos a nossa própria salvação e obteremos um lugar alto no paraíso.

***********************

Quem é chamado à Congregação do Santíssimo Redentor (a alguma ordem de vida ativa), nunca será verdadeiro seguidor de Jesus Cristo e nunca será santo, se não cumprir o fim de sua vocação e não tiver o espírito do seu Instituto, que é o de salvar as almas e as almas mais privadas de socorros espirituais, como são os pobres moradores do campo.

Foi este também o fim com que o Redentor veio ao mundo, pois declara “que o espírito do Senhor repousou sobre Ele e que o consagrou com a sua unção para pregar o Evangelho aos pobres” (1). Em nenhuma outra coisa quis experimentar se São Pedro o amava, senão na sua dedicação à salvação das almas: Simon Ioannis, diligis me?… Pasce oves meas (2) – “Simão, filho de João, amas-me?… Apascenta as minhas ovelhas”. Não lhe impôs, diz São Crisóstomo, esmolas, penitências, orações ou coisas semelhantes, mas somente que procurasse salvar as suas ovelhas: Apascenta as minhas ovelhas. Jesus Cristo declarou que teria como feito a si mesmo todo o benefício que fosse feito ao mínimo dos nossos semelhantes: Amen dico vobis: Quamdiu fecistis uni ex his fratribus meis minimis, mihi fecistis (3) – “Na verdade vos digo, que o que fizerdes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim é que o fizestes”.

Deve, portanto, qualquer membro da Congregação nutrir em supremo grau este zelo, este espírito de socorrer as almas. A este fim deve cada um dirigir todos os seus empenhos. E quando algum tempo os superiores o empregarem neste ministério, deve por nele todo o seu pensamento e toda a atenção. Já não se poderia considerar como verdadeiro membro da congregação aquele que não aceitasse com todo o afeto este emprego, quando imposto pela obediência, para tratar só de si mesmo, na vida de solidão e de retiro. – E que maior glória para o homem, que ser cooperador de Deus, como diz São Paulo, na grande obra da salvação das almas? Quem muito ama ao Senhor, não se contenta de ser só a amá-Lo. Quisera atrair todo o mundo ao seu amor, dizendo com Davi: “Engradecei o Senhor comigo, e exaltemos juntos o seu nome.” (4) Portanto, como exorta Santo Agostinho, todos os que amam a Deus: Si Deum amatis, omnes ad amorem eius rapite – “Se amais a Deus, atraí todos ao seu amor”. Continuar lendo

PE. DAVIDE PAGLIARANI – SUPERIOR GERAL DA FSSPX: “O SACERDÓCIO EXISTE PARA A SANTIFICAÇÃO DAS ALMAS”

news-header-imageExcerto da entrevista do Pe. DavidePagliarani, novo Superior Geral da FSSPX, publicada em FSSPX News – Tradução: Dominus Est.

Creio que o objetivo da Fraternidade é a formação de sacerdotes. Mas, ao mesmo tempo, um sacerdote deve continuar amadurecendo, formando-se e se santificando ao longo de toda a sua vida. Penso que é aqui onde devemos concentrar todos os nossos esforços para ajudar os sacerdotes a perseverar nessa busca pela santidade.

Parece-me que cada um dos sacerdotes, cada vida sacerdotal, assemelha-se um pouco a uma corda de violino que requer muito cuidado para que esteja bem estirada e afinada, de modo que possa sempre produzir a nota certa… a nota que Deus espera de cada um de nós. Nesse sentido, penso que entre a vida do seminário, a formação do seminário e o que esperamos mais tarde do sacerdote em seu ministério, existe uma certa unidade, uma continuidade que não deve deixar de existir nessa busca de santidade. Penso que esta é a solução para a maioria dos nossos problemas.

(…)

Agora, o que eles (os fiéis) esperam de mim? Creio que eles esperam que a Fraternidade seja fiel à razão pela qual foi fundada. Já disse que foi fundada para formar sacerdotes, mas o sacerdócio existe para a santificação das almas, de modo que a fidelidade dos sacerdotes ao seu sacerdócio e a sua santificação inevitavelmente afeta os fiéis. É isso que os fiéis esperam, não só de mim, mas de todos os sacerdotes da Fraternidade.

VICTOR PASICHNIK – PRIMEIRO PADRE RUSSO DA FSSPX

Fonte: La Porte Latine – Tradução gentilmente cedida pelo nosso amigo Bruno Rodrigues da Cunha

Nesse ano de 2018, a Fraternidade Sacerdotal São Pio X vê pela primeira vez um russo receber o sacramento da ordem em seu seio. O postulante foi ordenado, juntamente com 5 de seus colegas, por Sua Excelência Mons. De Galarreta, em 30 de junho, no Seminário Internacional de Zaitzkofen.

Victor Pasichnik nasceu em Moscou em 1982, sob o regime soviético. Foi batizado na Igreja Ortodoxa Russa após a queda do regime comunista somente aos 13 anos de idade, devido aos obstáculos impostos aos crentes pelo ateísmo de Estado.

Após uma infância e uma adolescência sem instrução religiosa, começou a praticar sua religião durante seus estudos universitários. O contato com os católicos e seu desejo em leva-los à Igreja Ortodoxa fez-lhe conhecer a doutrina romana, mas o resultado alcançado foi muito distinto do que ele esperava.

A retidão desse apóstolo da ortodoxia fez com que ele merecesse, pela graça de Deus, constatar que aquilo que ele tratava como herético era verdadeiramente ortodoxo, e que a Ortodoxia que ele desejava defender não tinha nada de ortodoxo, senão o nome. Ele teve de reconhecer, na Igreja Católica Romana, a verdadeira Igreja de Jesus Cristo. Mas um primeiro obstáculo estaria diante dele. Continuar lendo

FOTOS DAS ORDENAÇÕES EM ZAITZKOFEN – ALEMANHA (2018)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No sábado, 30 de junho de 2018, Dom Alfonso de Galarreta, bispo auxiliar da Fraternidade São Pio X, cercado pelos padres Niklaus Pfluger, Primeiro Assistente Geral da FSSPX e Stefan Frey, Diretor do Seminário Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen, na Alemanha, ordenou 6 sacerdotes, na presença de uma multidão de quase 2.500 fiéis.

Os jovens levitas são de diferentes países: Alemanha, Áustria, Polônia, Rússia e Suíça. Nosso fundador, Mons. Marcel Lefebvre, disse uma vez, ver um sinal de Deus no fato de que jovens, animados por uma autêntica fé católica e vindos dos quatro cantos do mundo, se juntam à Fraternidade.

Rezemos pela perseverança dos ordenados de que tanto precisamos.

Deo gratias!

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

UM TOUR PELO SEMINÁRIO SANTO TOMÁS DE AQUINO – DILLWYN (EUA)

Fonte: SSPX USA – Tradução: Dominus Est

O Seminário Santo Tomás de Aquino é uma casa de estudos da Fraternidade São Pio X (FSSPX), estabelecido nos Estados Unidos em 1973, para a formação de padres Católicos Romanos de acordo com o ensinamento tradicional da Igreja. O Seminário Santo Tomás de Aquino extrai das maiores riquezas dos 2.000 anos de história da Igreja a formação de seus sacerdotes. A formação que os seminaristas recebem é tradicional em todos os aspectos: doutrina, liturgia, retiros, rotinas diárias, etc. O núcleo do estudo dos seminaristas é a filosofia e a teologia de São Tomás de Aquino, enquanto que a proficiência moderada em latim é exigida antes da ordenação. Um dia típico na vida do seminarista contém três horas de oração, três horas de aula, quatro horas de estudo e uma hora e meia de recreação. Espera-se que os seminaristas alcancem a santidade exigida de um sacerdote, através dos meios oferecidos no Seminário: Missa diária, meditação, o Rosário e as horas do Ofício Divino, bem como as bênçãos, retiros Inacianos, orações de recolhimento mensais e confissões semanais e direção espiritual.

FOTOS DAS ORDENAÇÕES DIACONAIS E SACERDOTAIS EM ECÔNE – 2018

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No dia 29 de junho de 2018, sob um sol radiante, a cerimônia de ordenações sacerdotais em Ecône (Suíça) começou às 9 horas. D. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, celebrou a Missa Pontifical dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo. 

FOTOS DA PROCISSÃO DE ENTRADA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na longa fila de sacerdotes, religiosos, irmãos e seminaristas e seguiram os futuros 5 diáconos, todos para a FSSPX e os futuros 5 padres, sendo 3 para a SSPX, 1 para os Beneditinos de Bellaigue e 1 – Pe. Alban Marie – para a Fraternidade da Transfiguração.

FOTOS DA IMPOSIÇÃO DAS MÃOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

A cerimônia de ordenação sacerdotal demonstrou todo o esplendor da liturgia tradicional, em Ecône, em 29 de Junho de 2018. Foram 121 sacerdotes, que vieram de todos os países onde está localizada a FSSPX , que impuseram as mãos sobre os futuros sacerdotes .

Eles próprios, após a Missa, impuseram as mãos em seus parentes e amigos, dando-lhes suas primeiras bênçãos.

OS CINCO NOVOS DIÁCONOS

D. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, realiza a cerimônia de elevação ao diaconato de 5 seminaristas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os 5 jovens levitas que foram elevados hoje para o diaconato receberam o subdiaconato das mãos de D. Bernard Tissier de Mallerais, em 17 de março.

Rezemos pela perseverança destes novos diáconos da Igreja que estão agora no último passo em direção ao sacerdócio e que as vocações sacerdotais e religiosas sejam abundantes nas famílias.

SACERDOTES PARA A ETERNIDADE

Este slideshow necessita de JavaScript.

D. Fellay, em seu sermão, disse aos 5 jovens candidatos ao sacerdócio que ele iria ordenar em alguns instantes:

Se soubéssemos o que é ser padre”, disse o Santo Cura, “morreríamos de amor porque ele é muito grande”. Sacerdos in eternum, padre para a eternidade, para sempre. É um título que a Igreja lhes concede. Este caráter, que vai tocar profundamente vossas almas, jamais poderá perdê-lo – nem na terra nem no céu. Isso que vos fazem sacerdotes não serão capaz de perdê-lo. Realmente, vos lançará em uma dimensão diferente da pura dimensão humana. Estabelece-vos na eternidade “.

PRIMEIRA MISSA COM O BISPO

Este slideshow necessita de JavaScript.

PRIMEIRAS BÊNÇÃOS DOS JOVENS PADRES

Este slideshow necessita de JavaScript.

É um momento sempre muito comovente, especialmente para os pais e mães dos jovens sacerdotes, que são aqueles que recebem a primeira bênção das mãos de seu filho que se tornou um alter Christus .

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”