SERMÃO DE D. ALFONSO DE GALARRETA SOBRE A CRISE NA IGREJA

Alfonso de Galarreta – Wikipédia, a enciclopédia livre

Sermão durante a Missa Pontifical no XI domingo depois de Pentecostes

Capela Nossa Senhora da Conceição, Niterói – RJ

Fonte: Permanencia

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, Amém.

Queridos Padres, queridos fiéis, infelizmente não sou capaz de pregar-lhes em português, de maneira que o farei em espanhol, com o cuidado de falar lentamente, e exercitando a paciência dos senhores.

A epístola deste domingo é tirada da primeira carta do Apóstolo São Paulo aos Coríntios, e contém admiravelmente o sentido e a definição do que é a Tradição. São Paulo diz aos Coríntios: “Lembro-vos o Evangelho que vos preguei, que vós recebestes, no qual estais firmes, e através do qual vos haveis de salvar, se o guardardes tal como vos preguei.” E imediatamente acrescenta: “Transmiti-vos o que recebi, que Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, que foi sepultado e ressuscitou segundo as Escrituras, que foi visto pelos Apóstolos”, que são as testemunhas que nos transmitem a fé e a Tradição.

E nessa mesma epístola, alguns capítulos antes, o apóstolo usa a mesma expressão, referindo-se à instituição do Santo Sacrifício da Missa. Ele diz aos Coríntios: “Recebi do Senhor Jesus o que vos transmiti.” E lhes dá então o relato da Santíssima Eucaristia, na Quinta-Feira Santa. Isto é precisamente a Tradição, é a transmissão e a recepção da verdadeira Fé, do verdadeiro culto, que temos de guardar se quisermos ser salvos.

E aí está esclarecido todo o problema da crise da Fé, e da crise da Igreja, porque o problema é que vivemos um processo profundo de ruptura com essa Tradição, de Fé, de culto, que nos vem do Senhor Jesus, de Nosso Senhor Jesus Cristo, através do Magistério constante a ininterrupto da Santa Igreja, dos Doutores, dos Santos, dos Santos Padres da Igreja, de toda uma plêiade de santos e de bispos, e de nossos ancestrais, de pais para filhos. Continuar lendo

DEVER DE ESTADO OU DEVERES DE ESTADO

O que é esse “dever de estado” que frequentemente é objeto de nossos exames de consciência?

Fonte: Le Seignadou (set/22) – Tradução: Dominus Est

A expressão “dever de estado” não aparece no Evangelho, nem no restante das Sagradas Escrituras. Parece estar ausente dos escritos dos primeiros Doutores da Igreja para aparecer apenas muito tardiamente. Encontramo-la nos escritos de São Francisco de Sales, na Introdução à Vida Devota (especialmente nos capítulos 3 e 8 da primeira parte). Ou ainda no Catecismo de São Pio X: “Por deveres do próprio estado entendem-se aquelas obrigações particulares que cada um tem por causa do seu estado, da sua condição e da situação em que se acha. (…) Foi o mesmo Deus que impôs aos diversos estados os deveres particulares, porque estes derivam dos seus divinos Mandamentos. No quarto Mandamento, sob o nome de pai e mãe, entendem-se também todos os nossos superiores; assim deste Mandamento derivam todos os deveres de obediência, de amor e de respeito dos inferiores para com os seus superiores e todos os deveres de vigilância que têm os superiores sobre os seus inferiores.” (Catecismo de S. Pio X, 3º parte, capítulo 5)

O que pensar disso? O cumprimento do dever de estado é uma obrigação moral descoberta apenas mais tarde?

Uma expressão muito vaga

Na realidade, essa lenta e tardia aparição da palavra se deve à reviravolta da mentalidade do homem moderno. Mais ou menos marcado pela filosofia moderna que se afasta da realidade das coisas, o homem hoje prefere falar uma linguagem abstrata. Ele falará, portanto, do “dever do estado”, expressão geral que tem a vantagem muito interessante de permanecer vaga e confusa… e, portanto, não permitir identificar claramente qual é o dever envolvido. Portanto, como cumprir um dever do qual não conhecemos seus precisos contornos? Como saber se cumprimos nossa obrigação? A expressão “dever do estado”, por mais necessária que seja, não deixa de ser demasiado confusa. Continuar lendo

FOTOS DAS CRISMAS E PONTIFICAL – 2022

Em 27 de Agosto de 2022, Sua Excelência Reverendíssima Dom Alfonso de Galarreta, ministrou o sacramento da Confirmação a 140 pessoas das Capelas e Missões atendidas pelo Priorado de São Paulo/SP e, em seguida, celebrou Solene Pontifical no trono (Missa Votiva do Espírito Santo), assistida por cerca de 450 fiéis.

CLIQUE AQUI E ACESSE O ALBUM FOTOGRÁFICO

A VOCAÇÃO RELIGIOSA FEMININA

irm

Fonte: Boletim Ite Missa Est – SSPX Great Britain and Scandinavia – Tradução: Dominus Est

VENI SPONSA CHRISTI 

Meus queridos fiéis,

O grande dia

Para uma jovem noiva, o maior e mais memorável dia de sua vida é o dia de seu casamento. Quantos sonhos e vãs imaginações antecipam o dia, quanto planejamento e preparação precedem o dia e, esperançosamente, quanta felicidade enche seu coração no dia em que ela se oferece ao seu esposo.

Essa verdade é recíproca a uma irmã religiosa. O maior dia de sua vida é o dia de seu casamento – o dia em que ela entrega seu coração ao seu Divino Esposo. Ao contrário de um casamento sacramental, no entanto, uma religiosa se une ao seu Esposo em etapas: primeiro como postulante, depois como noviça, depois pelos votos temporários e, finalmente, pelos votos perpétuos de pobreza, castidade e obediência. Seu casamento é tão importante que deve ser preparado ao longo de muitos anos.

De todos os dias de preparação, o mais comovente – certamente para quem observa – é o dia do início do noviciado, quando a jovem recebe seu hábito religioso e faz suas primeiras promessas diante do Santíssimo Sacramento. Este dia tem maior semelhança com um casamento sacramental. Continuar lendo

A NOVA ORDEM MUNDIAL É “NOVA”?

novus

Se por um lado os meios tecnológicos tornam cada vez mais possível um governo mundial de homens “amantes de si mesmos, avarentos, altivos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, malvados, sem afeição, sem paz, caluniadores de nenhuma temperança, desumanos, inimigos dos bons, traidores, protervos, orgulhosos e mais amigos de deleites do que de Deus” (2Tim. 3, 2-4), tais como aqueles que o Apóstolo disse que viriam no fim dos tempos, pelo outro não é novo esse impulso na alma humana. Diz o Padre Álvaro Calderón, FSSPX:

O impulso imperial – nesta linha de impérios providenciais – provém da forte tendência que têm os bens universais a serem difundidos. É o desejo de Adão em ter a quem comunicar as riquezas de sua alma, pelo que lhe foi dado a mulher, ou seja, a família, ou seja, a sociedade. Aquele que tem ciência tem o desejo de ensinar, e aquele que sabe organizar sofre a desordem nos demais. Aquele que por sua vez ama o dinheiro, que é puramente material, só pensa em despojar os demais, pois este se gasta ao comunicá-lo, enquanto que os bens universais quanto mais se distribuem, mais se tem. Os impérios de Daniel eram impérios de cultura e não de dinheiro[1], eram impérios fundados em um bem comum espiritual e não carnal, em um bem universal e não particular.

Mas a obscura realidade do pecado original continua com suas consequências, por isso que a ideia do império sofre conflito, conflito esse que desencadeou-se justamente em Babel. Até então era a “terra de uma só língua e um mesmo modo de falar”[2], mas o esforço cultural desse povo unido foi empregado para construir um altar para a glória do homem e não para a de Deus: “Disseram ainda: vinde, façamos para nós uma cidade e uma torre, cujo cimo chegue até ao céu, e tornemos célebre o nosso nome”[3]. Por isso que Deus se viu obrigado a confundi-los e dividi-los: “Eis que são um só povo e têm todos a mesma língua: começaram a fazer esta obra, e não desistirão do seu intento, até que a tenham de todo executado. Vamos, pois, desçamos e confundamos de tal sorte a sua linguagem, que um não compreenda a palavra do outro”[4]. Babilônia permanece em seu projeto de unificação e glória, mas Deus se mostrou contrário à ideia imperial – «Ecce unus est populus», e dividiu-a –, pois um poder político tão grande em corações soberbos não deixaria de produzir um grande mal. Continuar lendo

DOAÇÕES – CAMPANHA DE CONSTRUÇÃO DA CAPELA DA FSSPX EM RIBEIRÃO

CAPELA

Prezados amigos, leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Para facilitar as doações para a construção da Capela da Missão da FSSPX em Ribeirão Preto, agora temos uma Chave Pix: ribeiraopreto@fsspx.com.br

Como sabem, temos uma Campanha para essa construção e, se Deus permitir, também a de um Priorado em nossa cidade. Pelas intercessões de São José e Nossa Senhora, tempo atrás, um benfeitor fez a doação de um terreno de 3000m2 e agora precisamos nos planejar para, inicialmente, erigimos essa capela.

Estamos aguardando nossos Superiores para darmos início ao projeto. Sabemos que caminho é longo, mas as orações são contínuas. Enquanto isso, pedimos a ajuda de todos os nossos amigos, leitores e benfeitores, a vocês que gostam de nosso blog e apoiam o trabalho da FSSPX em prol da Igreja, para que possamos começar esse planejamento através de doações. Toda ajuda é bem-vinda, cada um conforme sua possibilidade.

Clique aqui e leia um texto sobre essa nossa Campanha.

Aproveitamos para agradecer a todos que já vem contribuindo com esse objetivo e que São José e Nossa Senhora possam os recompensar de alguma forma.

ENTREVISTA COM EMPRESÁRIOS CATÓLICOS TRADICIONAIS. QUAL A RELAÇÃO ENTRE FÉ E NEGÓCIOS?

Igreja de St. Patrick’s, Nova York, refletida na fachada de edifícios de escritórios.
Igreja de St. Patrick’s, Nova York, refletida na fachada de um edifício de escritórios.

Revista Angelus fez, recentemente, a um grupo de empresários católicos tradicionais, uma série de perguntas relacionadas à Fé e seu trabalho diário. Os entrevistados foram mantidos anônimos.

Fonte: Angelus Press – Tradução: Dominus Est

Angelus Press: O senhor pode nos dizer como a Fé influencia suas práticas de negócios?

Procuro ver todas as decisões importantes à luz da Fé, que me mantém fundamentado em questões morais, especialmente princípios de justiça. Pensamentos de eternidade ou mesmo apenas a presença silenciosa do Santíssimo Sacramento ajudam a colocar as coisas em perspectiva, tornando até mesmo grandes problemas administráveis”.

“A fé católica influencia nossas decisões de negócios na medida em que tentamos tratar os outros como Cristo nos disse: amar o próximo como a nós mesmos por amor a Deus.”

“Uma área em que a fé católica me influenciou diretamente está em minhas práticas de contratação. Desde os primeiros dias da minha carreira de negócios, eu me esforçaria para dar uma chance aos católicos tradicionais com pouca ou nenhuma experiência na linha de trabalho da minha empresa para ajudá-los a construir sua experiência e colocá-los no caminho para carreiras de sucesso. Além disso, de acordo com os princípios de justiça e o ensinamento social da Igreja, eu me certificaria de pagar aos homens casados ​​com famílias salários mais altos do que os homens solteiros, mesmo que estes últimos fossem mais experientes ou qualificados”. Continuar lendo

SUPER BINGO ON-LINE, EM PROL DAS ESCOLAS DA FSSPX NO BRASIL

Bem-vindos ao Super Bingo Online 2022! 

Este Bingo foi concebido para ajudar na criação e manutenção de escolas verdadeiramente católicas, que são fundamentais para manter a fé das nossas crianças. 

Ao participar, além de ajudar nesta obra, você se diverte e concorre a vários prêmios. Confira abaixo a lista, consulte o regulamento e venha brincar com a gente.

*São cinco diárias com pensão completa para duas pessoas no Santuário Nacional do Caraça em Minas Gerais, antiga escola católica que foi o berço de inúmeros heróis que construíram nosso país.

COMO PARTICIPAR

VALOR DAS CARTELAS

BINGO 1 – Cartelas verdes: R$ 15,00 (Aproveite! 4 cartelas por R$ 50,00)
BINGO 2 – Cartelas amarelas: R$ 30,00 (Aproveite! 4 cartelas por R$ 100,00)

inf Caso tenha alguma dúvida, entre em contato conosco:

Telefone:  (31) 98220-5182
E-mail: acipec.bingo@fsspx.com.br

 Fonte: FSSPX

CARTA DO SUPERIOR GERAL DA FSSPX AOS AMIGOS E BENFEITORES Nº 91 – SETEMBRO/2022

SE DEUS PERMITE COMO NUNCA ESTA UNIVERSALIDADE DO MAL, ESTE NOVO IMPÉRIO PAGÃO, É CERTAMENTE PARA O FIM DE SUSCITAR O HEROÍSMO CRISTÃO NO MUNDO INTEIRO.”

Fonte: FSSPX 

Caros fiéis, amigos e benfeitores,

Na história, frequentemente o mundo teve a súbita impressão de acordar mudado. Na antiguidade cristã, por exemplo, num momento o mundo ficou “perplexo ao acordar ariano”, para utilizar a célebre expressão de São Jerônimo. Do mesmo modo, no século XVI, um terço da Europa se tornou protestante. Na realidade, tais fenômenos não se produziram numa única noite, mas foram preparados por fatos progressivos. Não obstante, deixaram a impressão de uma surpresa, pois seus contemporâneos não captaram a gravidade dos fatos que haviam preparado essas catástrofes. Não se deram conta das consequências que tais fatos implicavam.

Nesse sentido, povos inteiros acordaram arianos ou protestantes e, ao acordarem, era tarde demais. Vivemos, infelizmente, uma situação análoga. Constatamos em volta de nós coisas, propostas, iniciativas que nos escandalizam; mas corremos o risco de não compreender todo o propósito.

Frequentemente, esses elementos são percebidos como fatos diversos que dizem respeito aos outros, mas que jamais concernem a nós. Temos consciência, detestamo-los, mas de algum modo ignoramo-los na vida de todos os dias. Isso faz que nossos olhos não estejam sempre abertos para ver a influência e o perigo dessas realidades para nós mesmos, e especialmente para nossos filhos. É necessário dizer claramente: o mundo está a caminho de se transformar numa Sodoma e Gomorra universais. Não podemos escapar mudando-nos para outro lugar, pois essa transformação é universal. É preciso manter a calma, preparar-nos para isso desde agora, com todos os meios à nossa disposição, para não sermos surpreendidos nesse despertar. Continuar lendo

CONFERÊNCIA: A MISSA NOVA E A TRÍPLICE RUPTURA: LITÚRGICA, TEOLÓGICA E MAGISTERIAL

Conferência proferida pelo Revmo. Pe. Ezequiel Rubio, FSSPXexplanando a oposição de ambos os ritos, de ambas as doutrinas e ensinamentos dos concílios, além de compreender a Estrutura do rito tradicional: sacrificial.

1- oblação da vítima (ofertório)

2- imolação da vítima (dupla consagração)

3- consumação (comunhão)

Isso contrasta com o que acontece no rito Novus Orde Missae: comida ritual judaica.

1- bênção dos alimentos (apresentação dos dons)

2- ação de graças comemorativa (oração eucarística)

3- Fração do pão (comunhão).

 

FINALIZANDO O MÊS, UMA SELETA DE NOSSOS POSTS DE AGOSTO/22

OMS ANUNCIA PLANO PARA PROMOVER IDEOLOGIA DE GÊNERO

A AJUDA DA FAMÍLIA NO DESPERTAR DAS VOCAÇÕES

ATENÇÃO – MAIS CURSOS DA FSSPX A DISPOSIÇÃO: OS SANTOS PADRES E J. R. R. TOLKIEN

O QUARTO

QUE VIDA CRISTÃ?

13 DE AGOSTO EM FÁTIMA: A APARIÇÃO QUE A MAÇONARIA QUERIA EVITAR

SERMÃO DE D. LEFEBVRE POR OCASIÃO DA FESTA DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA

15 DE AGOSTO: RECORDAÇÃO DO MILAGRE DO PAPA PIO VII

TOMADA DE BATINA NO SEMINÁRIO NOSSA SENHORA CORREDENTORA – 2022

ARGENTINA: CATOLICISMO EM DECLÍNIO ACENTUADO

O RITUAL MAÇÔNICO INICIA-SE PELO ORGULHO

O RITO NÁUTICO

SANTO AGOSTINHO: OS GOVERNANTES DEVEM SERVIR A DEUS, DEFENDER A VERDADEIRA RELIGIÃO E PUNIR OS HEREGES

O RITO NÁUTICO

Era um domingo muito quente de julho na Calábria, ao sul da Itália. Por isso, D. Mattia Bernasconi decidiu celebrar uma “Missa” dentro d’água, de frente para a praia. Ele disse sem rodeios: “Eram 10:30h e o sol estava escaldante, então decidimos ir para o único lugar confortável: a água.”

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

A Igreja admite que o Santo Sacrifício da Missa possa ser celebrado fora de um local de culto consagrado, por circunstâncias excepcionais, para o bem das almas. Pensa-se então naqueles heróicos capelães militares rezando a Missa sobre a base de um canhão para os Poilus que, logo após, entrariam em batalha, com o sacrifício de suas vidas.

Aqui, é por motivos de “conforto” que este padre de 36 anos decidiu celebrar a “missa” de sunga em um colchão inflável, um altar-boia. Essa evidente perda do sentido do sagrado manifesta, de forma resplandecente, o espírito de uma reforma litúrgica que, normalmente, é mais discreta, menos chocante.

No entanto, esta liturgia reformada é levada por si mesma a sacrificar o sentido do sagrado: em nome do conforto, ela se adapta ao clima meteorológico e ideológico. O altar-boia flutua, como doutrina e a moral, sobre as ondas que se sucedem, sem uma âncora firme na Tradição. E a nova liturgia é regulada pela temperatura ambiente. Continuar lendo

INICIA-SE HOJE A NOVENA PELAS VOCACÕES PARA A FESTIVIDADE DE SÃO PIO X

Fonte: FSSPX

Convidamos todos os fiéis a se unirem a esta novena, que do dia 25 de agosto até 2 de setembro será rezada pela nossa Fraternidade em todas as capelas do Brasil, a fim de pedir pelo florescimento e pela perseverança das vocações sacerdotais e religiosas. Todos os dias se rezará pelo menos uma dezena do Terço, se possível em família, e depois a seguinte oração:

“Senhor Jesus, Bom Pastor, que viestes buscar as ovelhas desgarradas a fim de salvá-las, e instituístes o sacerdócio para continuar a vossa obra até o fim dos tempos, a Vós insistentemente pedimos: Enviai operários à vossa messe! Concedei santos sacerdotes à vossa Igreja, e enviai-lhe também religiosos e religiosas. Enchei as famílias católicas do amor ao sacerdócio e do espírito de sacrifício, para que todos aqueles que Vós escolhestes respondam fielmente ao vosso chamado. Sustentai todos os sacerdotes, religiosos e religiosas na sua árdua missão. Concedei que sejam fiéis à Tradição católica pela oração, por suas palavras e por seu exemplo, para estender o vosso Reino sobre as sociedades e sobre os corações dos homens, e assim levar à vida eterna o maior número possível de almas. Amém.”

Senhor, dai-nos sacerdotes.

Senhor, dai-nos santos sacerdotes.

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes.

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas.

Maria, Mãe do Sacerdócio, rogai por nós.

São José, Padroeiro das vocações, rogai por nós.

São Pio X, rogai por nós.

O RITUAL MAÇÔNICO INICIA-SE PELO ORGULHO

mac

E não um orgulho qualquer: um orgulho satânico diretamente orientado contra a verdadeira religião.

Fonte: Le Chevalier de l’Immaculée n°18 – Tradução: Dominus Est

Serge Abad-Gallardo, um ex-maçom, em seu livro intitulado Servi a Lúcifer sem saber (Téqui, 2016), em seu capítulo I: À sombra dos símbolos (págs. 23-53), mostra como o ritual maçônico inicia pelo orgulho, e não um orgulho qualquer: mas um orgulho satânico diretamente orientado contra a verdadeira religião. Na página 49 do livro, podemos ler: “A Maçonaria incita seus adeptos, que alcançaram os mais altos escalões, a orgulharem-se de seu progresso iniciático”. 

O autor, no parágrafo intitulado Glorificar a si mesmo, continua: A Maçonaria, portanto, direciona seus adeptos para uma orgulhosa autonomia desde a iniciação, em particular, através de certos rituais. O mesmo se aplica às Lojas do Grande Oriente da França, que praticam majoritariamente o Rito Francês, rito que se diz laico (sic)”. Ele, então, dá um exemplo: “Durante a cerimônia, o Venerável Mestre declara ao iniciante, que acaba de receber a luz e que acaba de criar um aprendiz maçom, pela imposição da lâmina de sua espada flamejante: “Levante-se, meu F.°., nunca mais te ajoelharás perante ninguém. Um maçom vive de pé e morre de pé” (op. cit. p. 49). É uma verdadeira transposição ritual maçônica do Non serviam, de Lúcifer. Continuar lendo

NOVENA PELAS VOCACÕES PARA A FESTIVIDADE DE SÃO PIO X

Fonte: FSSPX

Convidamos todos os fiéis a se unirem a esta novena, que do dia 25 de agosto até 2 de setembro será rezada pela nossa Fraternidade em todas as capelas do Brasil, a fim de pedir pelo florescimento e pela perseverança das vocações sacerdotais e religiosas. Todos os dias se rezará pelo menos uma dezena do Terço, se possível em família, e depois a seguinte oração:

Senhor Jesus, Bom Pastor, que viestes buscar as ovelhas desgarradas a fim de salvá-las, e instituístes o sacerdócio para continuar a vossa obra até o fim dos tempos, a Vós insistentemente pedimos: Enviai operários à vossa messe! Concedei santos sacerdotes à vossa Igreja, e enviai-lhe também religiosos e religiosas. Enchei as famílias católicas do amor ao sacerdócio e do espírito de sacrifício, para que todos aqueles que Vós escolhestes respondam fielmente ao vosso chamado. Sustentai todos os sacerdotes, religiosos e religiosas na sua árdua missão. Concedei que sejam fiéis à Tradição católica pela oração, por suas palavras e por seu exemplo, para estender o vosso Reino sobre as sociedades e sobre os corações dos homens, e assim levar à vida eterna o maior número possível de almas. Amém.

Senhor, dai-nos sacerdotes.

Senhor, dai-nos santos sacerdotes.

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes.

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas.

Maria, Mãe do Sacerdócio, rogai por nós.

São José, Padroeiro das vocações, rogai por nós.

São Pio X, rogai por nós.