D. FELLAY CONFERE SUBDIACONATO, ORDENS MENORES E TONSURA A 12 SEMINARISTAS DE LA REJA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Sábado, 6 de outubro, 2018, D. Bernard Fellay, Bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, conferiu o subdiaconato, as ordens menores e a tonsura a 12 seminaristas do Seminário de Nossa Senhora de Corredentora, em La Reja, Argentina.

– Tonsura para 5 seminaristas do segundo ano

– Primeiras Ordens Menores – Hostiário e Leitor – para 4 seminaristas do terceiro ano.

– Segundas Ordens Menores – Exorcista e Acólito – para 3 seminaristas do quarto ano.

– Subdiaconato  para 1 seminarista do quinto ano

Nas ordens antigas, a tonsura é mais visível, como ainda é usado, por exemplo, nos capuchinhos e nos beneditinos que, após a cerimônia de tonsura, não levam mais que uma coroa de cabelo.

Os seminaristas se ajoelham diante do Bispo que, em um gesto simbólico, corta quatro mechas de cabelo em forma de uma cruz. “O Senhor é parte da minha herança” (4), então diz o novo levita.

Esta é uma alusão à tribo de Levi no Antigo Testamento cujos membros, por suas funções ao serviço do Templo não possuíam territórios na Terra Prometida, o próprio Senhor se declarou sendo sua herança.

Depois de dar a tonsura, o Bispo conferiu as ordens menores:

– O Hostiário tem a tarefa de abrir e fechar as portas da igreja e garantir a santidade do local de culto. Ele também é responsável pela convocação dos fiéis, tocando o sino, às funções divinas: 

“O Hostiário deve guardar a igreja dia e noite, cuidar para que nada se perca; abrir e fechar a igreja e a sacristia; cuidar da limpeza e da decoração da igreja; tocar os sinos para indicar as horas das diferentes orações; manter a ordem do lugar e observar o silêncio e a modéstia; evitar que os infiéis entrem na igreja, perturbando os serviços, profanando os mistérios; abrir o livro ao pregador. ”

Ao tocarem as chaves da igreja, o bispo também lembra as contas que terão que prestar a Deus por esse serviço. No fundo da igreja, um a um, eles abrem a porta e tocam o sino.

De volta à frente do altar, eles são ordenados Leitores para a edificação dos fiéis. O Leitor faz as leituras do Antigo Testamento em público: dessa forma ele começa a exercer o papel sacerdotal de ensino.

“O que vossos lábios lerão, creiam-no de todo o coração e mais ainda, pratiquem-no por vossas obras … Como se mantendes de pé para ler, devereis também dar o exemplo e praticar uma virtude mais elevada que aqueles que vos ouvem.“

As quatro ordens menores – Hostiário e Leitor, Exorcista e Acólito – são graus do sacerdócio. Já não são conferidos nos seminários conciliares.

************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

A VERDADEIRA POLÍTICA É SOBRENATURAL

Pe. Guillaume Devillers, FSSPX

“Civitas est communitas perfecta” (a cidade é a comunidade perfeita)

É sobre este princípio, retirado de Santo Tomás de Aquino, que muitos se baseiam para justificar a autonomia da política: a cidade, ou seja, a sociedade civil, é uma sociedade perfeita, logo, autônoma. Sem dúvida existe também outra sociedade perfeita, fundada por Cristo, a Igreja, sociedade sobrenatural ordenada à salvação das almas. Mas a graça não suprime a natureza; e portanto, permanece o fato de que a sociedade política é perfeita e, por si mesma, autônoma.

É este exatamente o pensamento de Santo Tomás? Vejamos um pouco como o santo doutor nos explica este princípio: “a cidade é a comunidade perfeita, o que Aristóteles prova mostrando que, como toda comunicação social ordena-se a alguma necessidade da vida, a comunidade perfeita será aquela ordenada a que o homem tenha suficientemente tudo o que é necessário à vida: ora, tal é a comunidade da cidade…” 1

A cidade é, portanto, a sociedade perfeita na medida em que pode satisfazer todas as necessidades do homem. Santo Tomás esclarecerá: necessidades materiais e espirituais, asseguradas pela diversidade de ofícios, tais como agricultores, artesãos, soldados, príncipes e padres 2. Para Santo Tomás, como para todos os papas que trataram destas questões, a sociedade perfeita é, portanto, antes de tudo a que une organicamente Igreja e Estado, a sociedade civil e a sociedade religiosa, o poder temporal e o poder espiritual, sob um único chefe, que é Cristo. Não há dúvida de que, em seu seio, podemos distinguir dois tipos de comunicação — espiritual e temporal — e por conseguinte, dois poderes, cada qual com sua função particular e seu fim próprio. Porém, todos os dois estão unidos sob um único chefe, que é Cristo, e seu vigário, o papa; e sobretudo, os dois estão ordenados ao um mesmo fim, a felicidade ou beatitude sobrenatural 3. Esta civitas, que é uma sociedade perfeita, é portanto a cidade católica, é a cristandade, que une em seu seio os dois poderes 4.

Santo Tomás distingue mas não separa, o que são coisas absolutamente diferentes. Distinguimos no homem a alma e o corpo, mas não os separamos 5. Estes dois elementos constituem um único ser, ordenam-se um e outro a um único fim que é a felicidade e a perfeição do homem. Podemos e devemos distinguir na sociedade humana as diferentes pessoas que a compõem, os diferentes ofícios ou trabalhos que concorrem para sua perfeição, e o temporal e o espiritual. Mas não é possível separá-los sem causar à sociedade um grande mal. Continuar lendo

2018 – NOVO RECORDE DE ENTRADAS NOS SEMINÁRIOS DA FSSPX

semi

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Seminário de Zaitzkofen, na Alemanha

Na Alemanha, o Seminário do Sagrado Coração de Zaitzkofen, na Baviera, acolheu no mesmo dia 7 candidatos: 3 poloneses, 2 austríacos, 1 alemão e 1 lituano. Além disso, 3 postulantes alemães entraram no Noviciado dos Irmãos.

Seminário de Flavigny, na França

Na França, o seminário São Cura d’Ars viu 16 candidatos entrarem no primeiro ano em 6 de Outubro primeiro sábado do mês e véspera da festa de Nossa Senhora do Rosário: 12 franceses, 2 ingleses, 1 português e 1 suíço.

Seminário de Dillwyn, nos EUA

Nos Estados Unidos, o Seminário Santo Tomas Aquino, em Dillwyn, Virginia, acolheu 24 pré-seminaristas (21 americanos e 3 canadenses) e 27 seminaristas do primeiro ano: 24 americanos, 2 irlandeses e 1 canadense.

Seminário de La Reja, na Argentina

Na Argentina, o Seminário Nossa Senhora Corredentora, em La Reja, acolheu 7 seminaristas no primeiro ano de espiritualidade: 3 brasileiros, 2 argentinos, 1 espanhol e 1 mexicano, que deram os primeiros passos que os conduzirão ao sacerdócio

Seminário Goulburn, na Austrália 

Na Austrália, o Seminário da Santa Cruz, em Goulburn, recebeu 2 estudantes do ano de humanidades, bem como 6 seminaristas no primeiro ano de espiritualidade: 3 sul-coreanos, 1 australiano, 1 filipino e 1 nigeriano. Três irmãos postulantes (1 australiano, 1 indiano e 1 nigeriano) também entraram no noviciado dos Irmãos.

Total de entradas 2018-2019 para a FSSPX: 65 seminaristas

Desde o início do ano, incluindo os jovens que entraram nos dois seminários no hemisfério sul (Argentina e Austrália), foram ao todo 65 candidatos ao sacerdócio que bateram à porta da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, um novo recorde, já que temos que voltar mais de trinta anos para encontrar um número como esse.

COMO FALAR COM DEUS NAS TRIBULAÇÕES?

Fonte: FSSPX México – Tradução: Dominus Est

Se podemos ter certeza de alguma coisa, é que enquanto vivermos neste mundo estaremos cercados de adversidades e tristezas. Tem que ser assim se quisermos gozar um dia no céu. Santo Afonso de Ligório nos ensina como devemos nos dirigir a Deus nesses momentos, dizendo-Lhe familiarmente, como um filho a seu pai, abrindo-Lhe nossos corações e pedindo-lhe que venha em nosso auxílio.

Quando te veres sobrecarregado, alma devota, pelo peso da enfermidade, das tentações, perseguições e outras obras, acorra ao Senhor e peça-Lhe que te estenda sua poderosa mão. Bastará que, nesses casos, Lhe manifeste a cruz que te martiriza, dizendo: “Olha, Senhor, como estou cercado de tribulações”, e certamente Ele não deixará de consolar-te ou, pelo menos, lhe dará a força necessária para levar com paciência as penas que te afligem, do qual resulta, quase sempre, um bem maior que te livrará delas.

Mostre todos os pensamentos que te atormentam e os medos e tristezas que te consomem, dizendo-Lhe: “Em Ti, meu Deus, coloquei toda a minha esperança. Lhe ofereço esta tribulação e acato os desígnios de sua vontade, mas tenha piedade de mim; livra-me Senhor desta tribulação ou dar-me a força para suportá-la. ” Tenha certeza de que que não faltará a promessa que Ele nos fez em seu Evangelho, de consolar e fortalecer todas as almas atormentadas que acorrem a Ele.  Vinde a mim, Ele nos diz, todos aqueles fatigados e carregados, e eu vou aliviarei.

Deves saber que o Senhor não se ofende quando você, em suas angústias e presares, busca alívio em seus amigos; a única coisa que te pede é que acorra a Ele como seu principal favorecedor. Quando verdes como em vão acorrestes às criaturas em busca de consolo, acorra então, ao menos, ao seu Criador, e diga-Lhe: “Senhor, os homens não têm mais que palavras, não podem consolar-me, nem tampouco quero mendigar seu consolo, só Vós sois minha esperança e meu amor, só de Vós há de vir o consolo, e a única coisa que agora Lhe peço é fazer o que mais Vos agrade. Disposto estou a sofrer essas penas e trabalhos durante toda a minha vida e por toda eternidade, se tal for a Vossa vontade: a única coisa que Vos peço é que me socorras com a sua graça “.

Não temas desagradar-Lhe se algumas vezes se queixas amorosamente Dele e Lhe diga: Por que, Senhor, tem-se afastado tanto de mim?  “Bem sabes, meu Deus, que te amo e que só desejo teu amor, socorra-me com teu favor e não me abandone.” 

Se a tribulação cai com todo o seu peso em teus ombros e te rendes e te oprimes, una teus lamentos aos de Jesus Cristo aflito e moribundo na cruz, e peça-Lhe compaixão e piedade dizendo:  Meu Deus, meu Deus! Por que me abandonaste?  Esses casos devem servir-te para humilhar-te na presença de Deus, pensando que não merece nenhum tipo de consolo aquele que ousou ofender a tão soberana majestade. Para reviver sua confiança, lembre-se de que o Senhor faz ou permite tudo isso para o nosso bem maior, ou como disse São Paulo:  Todas as coisas se tornam boas para aqueles que amam a Deus .

Quanto mais humilhado e desconsolado te verdes, deves exclamar com maior fortaleza na alma:  O Senhor é minha luz e minha salvação, a quem hei de temer? Espero em Vós, meu Deus, que há de me iluminar e salvar. Assim, permaneça tranquilo, certo de que jamais se perdeu quem colocou sua confiança em Deus. 

Veja que Deus te ama com um amor mais profundo do que amas a ti mesmo; não há, assim, razão para temer. Sinta-se bem com o Senhor. Com estas palavras, o Sábio nos exorta a confiar mais na misericórdia divina do que a temer a justiça divina; porque Deus está mais inclinado por natureza a perdoar do que a castigar. São Tiago já disse: A misericórdia sobrepõe o rigor do julgamento. E o apóstolo São Pedro nos aconselha que em nossos negócios, sejam temporários ou eternos, devemos confiar tudo à vontade de Deus, que tão a sério tomou nossa salvação. Descarregue no seu peito amoroso, diz o Santo, todos vossos pedidos, porque Ele cuida de vós.

Lembro-te, alma devota, estes textos da Sagrada Escritura para que esforce seu ânimo abatido, considerando que Deus prometeu salvar-te se resolverdes servi-lo e amá-lo como Ele deseja.

COMO É IMPORTANTE SUA CONTRIBUIÇÃO!!!

CAPELAPrezados amigos, prezados leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Vocês que acessam e gostam de nosso blog, vocês que acompanham as ações da FSSPX pelo mundo, vocês que lutam pelo Reinado Social de Nosso Senhor, vocês que sabem que a Tradição é a única solução para a restauração a Igreja… AJUDE-NOS! 

Estamos, mais uma vez, pedindo vossa ajuda nessa campanha em prol da compra de um terreno e futura construção de mais uma Capela para a Tradição e para a Santa Igreja. Sabemos que o caminho é longo e árduo, por isso, toda ajuda é importante.

CLIQUE AQUI PARA ALGUMAS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O PROJETO

OU

CLIQUE AQUI E LEIA O TEXTO COMPLETO DA CAMPANHA!

Faça um gesto nobre de caridade, por amor à Santa Igreja!!

Ad Majorem Dei Gloriam

Aproveitamos para agradecer a todos que nos ajudam ou ajudaram em algum momento nessa campanha, mesmo de forma anônima. Contem com nossas orações.

Que Nossa Senhora os conduza ao caminho da santidade.

GRANDEZA DO CATECISMO

Irmãs da Fraternidade São Pio X

Francisco está estudando no quarto ano no colégio mais famoso da cidade. Ao voltar da aula, ele entrega à sua mãe, Andreia, o boletim com as notas do bimestre. “Que bom!”, pensa Andreia: “Francisco tirou notas excelentes em matemática e em português. Com a sua prática em idiomas, com certeza ele vai poder entrar nas melhores universidades do país!”.

E Andreia já imagina seu filho sendo um advogado de prestígio, um engenheiro com êxito ou um cientista eminente… Que mãe não tem grandes ambições para seus filhos?

Ao mesmo tempo, Gustavo – estudando no 5º. ano no Colégio São Pio X – também entrega a Silvina, sua mãe, as suas notas bimestrais. Silvina lê com atenção: Catecismo: 9; Comportamento geral exemplar: bom espírito, responsável e prestativo com os menores. Silvina sonha também com o futuro do seu filho: “O que será de Gustavo no futuro? Um bom pai com uma família numerosa? Talvez padre?” 

Que mãe não tem grandes ambições para seus filhos?

Na verdade, a maneira como os pais encaram os boletins escolares dos seus filhos revela percepções muito diferentes da vida. O que os senhores esperam da sua escola? Que lhes ensine com perfeição as equações e a geometria?

Está bem, mas “os pagãos não fazem isto também?” (São Mateus 5, 47). Matricularam seus filhos nas escolas da Tradição só porque a disciplina é melhor, porque não se empregam nelas os lamentáveis métodos educativos modernos, ou porque os resultados escolares são excelentes? Continuar lendo

ORDENAÇÕES DOS CAPUCHINHOS DE MÓRGON – 2018

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Foi em um magnífico dia de um belo final de verão que D. Alfonso de Galarreta, Bispo Auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X realizou a ordenação de 1 diácono e 2 padres para a comunidade dos Capuchinhos de Morgon .

A cerimónia foi realizada no verdejante parque do castelo de Nety – no município de Saint-Etienne-des-Ouillères – onde os Frades Menores se instalaram, com cuidado especial, uma grande tenda onde quase 300 fiéis foram apoiar, com a sua presença, os filhos do “Poverello”.

Como não lembrar que nesse dia das ordenações – 17 de setembro – é o da festa da impressão dos estigmas de São Francisco e que há 100 anos, em 20 de setembro de 1918, o Padre Pio também recebeu os estigmas visíveis em suas mãos, seus pés, seu lado e seu ombro?

PROCISSÃO DE ENTRADA

Este slideshow necessita de JavaScript.

ORDENAÇÃO DO IRMÃO CASSIANO AO DIACONATO

Foi na segunda-feira, 7 de maio de 2018, o Irmão Cassien, OFM, que já tinha feito seus votos perpétuos em 11 de fevereiro de 2018, na festa das aparições de Nossa Senhora em Lourdes, recebeu o subdiaconato das mãos de Dom Alfonso de Galarreta, responsável pelas comunidades amigáveis.

Hoje ele continua a sua subida ao sacerdócio, recebendo do mesmo pontífice, que se tornou agora Primeiro Assistente Geral do Pe. Davide Pagliarani, o diaconato.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em seu sermão D. de Galarreta enfatizou o papel do sacerdote como encarregado de distribuir toda a verdade do Verbum Christi, o Evangelho de Cristo, e lamentou que a Igreja oficial, ou melhor, a Igreja conciliar – frisou ele -, não garante mais essa Verdade desde que o Concílio Vaticano II começou a fazer seus inúmeros estragos.

ORDENAÇÃO SACERDOTAL DOS IRMÃOS LÉON-MARIE E AS PRIMEIRAS BENÇÃO DOS NOVOS PADRES

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grande e terrível dia para os irmãos Léon-Marie e Gilles-Marie que se tornaram, por sua ascensão ao sacerdócio, Alter Christus, e que terão que levar a mesma cruz do Divino Mestre. Com o mesmo abandono, a mesma determinação e o mesmo amor Daquele que deu Sua vida pela nossa salvação.

A FAMÍLIA CATÓLICA, AQUELA ONDE DEUS É SERVIDO PRIMEIRO …E ONDE “NÃO RELIGIOSOS” SÃO A MINORIA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Não poderíamos terminar essa reportagem sem mencionar, mesmo que sofram pela sua modéstia, o exemplo das famílias da Tradição que demonstram como uma verdadeira educação católica pode produzir belos e numerosos frutos.

Eis que, nas fotos acima, podemos ver que uma família de 11 filhos – a do Sr. e Sra Bernard Gelineau – deu 8 deles à Igreja: 2 sacerdotes eIrmãos na FSSPX, 1 capuchinho de Morgon,Beneditino de Bellaigues , 1 Freira beneditina de Perdechat e 1 Irmã do FSPX .

Mas isso não é tudo! Porque a irmã da Sra. Gelineau se casou com o Sr. MORILLE e de sua numerosa família saiu 1 padre da FSSPX – o Pe. Michel Gelineau -, 1 professor dominicano de Fanjeaux e 1 Clarissa de Morgon.

Quem dirá quanta dedicação, quanto sacrifício, quanta entrega de si mesmo, quanto amor por Nosso Senhor e Nossa Senhora se levou para chegar a essa abençoada “missão” de Deus?

Grandes graças foram dispensadas neste dia de ordenação onde todos puderam sentir uma grande paz, uma total serenidade e uma profunda alegria, totalmente católica.

Rezemos pela perseverança dos novos ordenados e peçamos a Deus que nos dê muitas santas vocações religiosas e sacerdotais.

Deo gratias!

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

TOMADA DE BATINA EM LA REJA – 2018

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Na manhã de domingo, 16 de setembro, 2018, durante a grande Missa das 10:00h, o Padre Álvaro Calderón, Vice-Diretor do Seminário de Nossa Senhora Corredentora de La Reja (Argentina), entregou a batina a 7 seminaristas do primeiro ano de espiritualidade. 

Em sua homilia, o celebrante evocou diante dos seminaristas o amor pelo sacerdócio e o distanciamento do mundo que a batina significa. Esta sóbria veste eclesiástica manifesta sua consagração a Deus. 

São 7 seminaristas: 3 brasileiros, 2 argentinos, 1 espanhol, 1 mexicano. 

Em menos de um mês, no dia 6 de outubro, serão realizadas as cerimônias da tonsura, das ordens menores e do subdiaconato. Estas ordens, que são todos os graus para o sacerdócio católico, serão concedidas por Mons. Fellay, Bispo Auxiliar e Conselheiro Geral da Fraternidade São Pio X. 

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

O VOTO É OBRIGATÓRIO DO PONTO DE VISTA MORAL?

Resultado de imagem para votoFonte: SSPX USA – Tradução gentilmente cedida pelo nosso amigo Helton Barbosa

É bem verdade que os modernistas consideram a democracia e o direito ao voto uma sacrossanta e imediata consequência da dignidade humana diretamente conectada à sua religião humanista.

Reagindo contra isso, sabedores que somos de quão injusto é o sistema eleitoral, percebendo o quanto a moderna democracia tem como base um falso princípio liberal de liberdade humana, o qual rejeita toda intenção divina e lei moral, conscientes da estreita margem de escolha entre candidatos e também tendo a impressão (embora errada) que o voto de somente uma pessoa não fará uma real diferença em um sistema tão secularizado e inimigo de Deus – podemos facilmente concluir que uma pessoa não é obrigada de todo a votar.

Ainda assim o ensino da Igreja sobre este assunto não é de modo algum novo. Não aprovando o sistema moderno de democracia e seu falso princípio de soberania popular a Igreja, contudo, nos delega o contribuir para o bem comum da sociedade por meio de uma obrigatoriedade legalmente instituída. Este é um princípio bem expressado pelo Papa Pio XII em seu discurso de 20 de abril de 1946 à Ação Católica Italiana:

“O povo é convocado para tomar sempre considerável parte na vida pública de uma nação. Essa obrigação traz consigo graves responsabilidades. Daí a necessidade dos fiéis terem um claro, sólido e preciso conhecimento das suas responsabilidades no âmbito moral e religioso no que diz respeito ao exercício de seus direitos civis e em particular o direito de voto.”

De fato, o Papa Pio XII havia explicado de maneira clara que isso é devido exatamente ao espírito secular e anti-católico que cercam os católicos que estes têm o dever de defender a Igreja através do correto exercício do direito de voto com a finalidade de impedir um mal ainda maior. Ele havia declarado no dia 16 de março de 1946 aos padres paroquiais de Roma: Continuar lendo

OS DOZE GRAUS DO SILÊNCIO

Fonte: FSSPX México – Tradução: Dominus Est

A vida interior poderia consistir somente nesta palavra: Silêncio! O silêncio prepara os santos; os inicia, os perfecciona e os consome. Deus, que é eterno, não diz mais que uma só palavra, que é o Verbo. Do mesmo modo, seria desejável que todas as nossas palavras digam “Jesus” direta ou indiretamente. Esta palavra, silêncio, quão bonita é!

1º Falar pouco às criaturas e muito a Deus. Este é o primeiro passo, mas imprescindível, nas vias solitárias do silêncio. Nesta escola se ensinam os elementos que dispõe à união divina. Aqui a alma estuda e aprofunda esta virtude, no espírito do Evangelho e da Regra que abraçou, respeitando os lugares sagrados, as pessoas, e sobretudo esta língua em que tantas vezes descansa a Palavra do Pai, o Verbo feito carne. Silêncio ao mundo, silêncio às notícias, silêncio com as almas mais justas: a voz de um Anjo turbou Maria…

2º Silêncio no trabalho, nos movimentos. Silêncio no porte; silêncio dos olhos, dos ouvidos, da voz; silêncio de todo o ser exterior, que prepara a alma para entrar em Deus. A alma adquire grandes méritos por estes primeiros esforços em escutar a voz do Senhor. Que bem recompensado é este primeiro passo!

Deus a chama ao deserto, e por isso, neste segundo estado, a alma aparta tudo o que poderia distraí-la; se distancia do ruído, e foge sozinha Àquele que somente é. Ali saboreará as primícias da união divina e o zelo de seu Deus. É o silêncio do recolhimento, ou o recolhimento no silêncio.

3º Silêncio da imaginação. Esta faculdade é a primeira em chamar à porta fechada do jardim do Esposo; com ela vêm as emoções inoportunas, as vagas impressões, as tristezas. Mas neste lugar retirado, a alma dará ao Amado provas de seu amor. Apresentará a esta potência, que não pode ser destruída, as belezas do céu, os encantos de seu Senhor, as cenas do Calvário, as perfeições de seu Deus. Então, também ela permanecerá no silêncio, e será a servente silenciosa do Amor divino. Continuar lendo

VOCÊ PODE NOS AJUDAR NESSA CAMPANHA?

CAPELAPrezados amigos, prezados leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Vocês que acessam e gostam de nosso blog, vocês que acompanham as ações da FSSPX pelo mundovocês que lutam pelo Reinado Social de Nosso Senhor, vocês que sabem que a Tradição é a única solução para a restauração a Igreja… AJUDE-NOS! 

Estamos, mais uma vez, pedindo vossa ajuda nessa campanha em prol da compra de um terreno e futura construção de mais uma Capela para a Tradição e para a Santa Igreja. Sabemos que o caminho é longo e árduo, por isso, toda ajuda é importante.

CLIQUE AQUI PARA ALGUMAS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O PROJETO

OU

CLIQUE AQUI E LEIA O TEXTO COMPLETO DA CAMPANHA!

Faça um gesto nobre de caridade, por amor à Santa Igreja!!

Ad Majorem Dei Gloriam

Aproveitamos para agradecer a todos que nos ajudam ou ajudaram em algum momento nessa campanha, mesmo de forma anônima. Contem com nossas orações.

Que Nossa Senhora os conduza ao caminho da santidade.

MINHA MISSA DIÁRIA

Resultado de imagem para rezando joelhosFonte: FSSPX México – Tradução: Dominus Est

Muitos fiéis sentem a ausência da verdadeira Missa católica, seja de forma regular, porque não têm por perto alguma capela ou priorado onde se celebre, seja de forma ocasional, por ocasião de alguma viagem ou férias. A todos esses, queremos oferecer-lhes neste artigo, um método simples para unirem-se espiritualmente à Missa que não podem assistir fisicamente, santificando assim o domingo segundo o espírito da Igreja.

Talvez possa não assistir à Santa Missa todos os dias. Mas posso rezar “minha Missa” … No silêncio matutino ou vespertino de meu quarto, em minha oficina, em meu escritório, em meus estudos… posso rezar a “minha missa”, unindo-me ao Santo Sacrifício está sendo oferecido em todos os altares católicos do mundo. E “minha missa” começa assim: 

1º Minha purificação. – Como o sacerdote ao pé do altar… começarei purificando minha alma. Meu ato de contrição… com sinceridade: Meu Deus, eu te amo; perdão e misericórdia. 

2º Minha renovação da fé. – E assim purificado, renovarei minha fé… Com a leitura de um texto da Sagrada Escritura que não falte um trecho do evangelho, ou com a recitação pausada do Credo.

3º Meu ofertório. – É despertar em mim uma vontade de entrega. É um desejo sincero de oferecimento… 

Todo o meu dia, minhas orações e trabalho, entregues ao Senhor, como a gota de água derramada no cálice do sacrifício… 

Minha vida unida a Cristo… para a glória do Pai… em reparação de todos os pecados… por minhas necessidades pessoais e familiares… pelas necessidades do Apostolado… pelas intenções do Papa … pelas necessidades da Igreja e do mundo … por nossa Fraternidade São Pio X e sua grande luta contra o liberalismo.

Este sincero desejo de entrega prepara minha consagração. 

4º Minha consagração. – É a realização do meu ofertório: o momento mais solene da “minha missa”. É a transformação de minha vida em Jesus… é uma consagração da minha vida ao AMOR… E minha consagração pode ser assim:

“Coração Divino de Jesus! Através do Imaculado Coração de Maria Santíssima, ofereço-Vos todas as minhas orações, obras e sofrimentos deste dia em reparação de nossos pecados e por todas as intenções pelas quais vos imolais continuamente no Santíssimo Sacramento do Altar. Ofereço-vos tudo isto especialmente pela liberdade e exaltação da nossa Santa Madre Igreja”.

Minha consagração está feita. Agora tenho que vivê-la, vinte e quatro horas por dia, cumprindo com amor meu dever de Estado. 

5º Pai Nosso – É a grande oração do cristão… São as grandes intenções do Coração de Jesus… O rezarei lentamente… É a minha preparação para a Comunhão… PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU… 

6º Minha comunhão:  – É a consumação da “minha missa”. Talvez eu não possa comungar hoje sacramentalmente. Farei, pelo menos, uma Comunhão Espiritual… A Comunhão Espiritual é isto: um ato de fé na presença de Cristo na Eucaristia. Um sincero desejo de recebê-Lo espiritualmente em meu coração… Eu posso fazer assim:

“Vem, Senhor Jesus, e fica comigo. Dá-me a vossa graça para ser fiel aos vossos mandamentos. Dá-me a vossa graça para que jamais me aparte de Vós. Amém”

E no silêncio do meu coração unirei minha vida com a de Cristo, e Ele me dará Sua graça para meu combate de hoje. 

7º “Minha Missa» terminará. – «Minha Missa» chega ao fim. Tenho por certo de que Deus me devolverá cem vezes o obséquio do meu sacrifício. 

E agora coloco fim à “minha Missa” como os sacerdotes em nossas igrejas. Será minha ação de graças como o final do meu sacrifício. Direi pausadamente três vezes aquela bela saudação do anjo à SEMPRE VIRGEM MARIA, completada posteriormente pelo amor filial da Igreja à sua Mãe e Rainha. AVE MARIA… SALVE RAINHA, MÃE DE MISERICÓRDIA…

Talvez as reze pelas minhas intenções particulares… Mas me lembrarei que os padres pedem a conversão do mundo, e que o Papa Pio XI pediu que se rezassem estas orações pela conversão da Rússia. Pedirei, então, para o Papa consagre a Rússia ao Imaculado Coração de Maria, para que revele o terceiro segredo de Fátima, para que a hierarquia da Igreja volte à fidelidade da Tradição, e, finalmente, pelo triunfo dos Sagrados Corações de Jesus e Maria.

17ª FORMAÇÃO FSSPX: A VIDA ESPIRITUAL

Passo 1 – Peça sua ficha de inscrição

Cadastre seu nome e e-mail para receber uma ficha de inscrição completa a ser preenchida.

INSC

Passo 2 – Faça o pagamento do sinal e o preenchimento da ficha.

Preencha a ficha recebida e a envie por e-mail com o comprovante de pagamento do sinal de R$50.

O valor de R$50 deve ser transferido para a seguinte conta:

Banco Itaú

Associação Religiosa e Cultural São Pio X
CNPJ: 09.385.198/0001-43

Agência 341
Conta Corrente 07749-1

Passo 3 – Aguarde a confirmação.

A confirmação de sua inscrição e instruções adicionais serão enviadas por e-mail.

D. GALARRETA CONFERE ORDENS MENORES E SUBDIACONATO EM GOULBURN – AUSTRÁLIA – 2018

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Foi por ocasião da magnífica festa da Assunção de Nossa Senhora, em 15 de agosto de 2018, que D. Alfonso de Galarreta, bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X e novo Primeiro Assistente do Pe. Davide Pagliarani, conferiu o subdiaconato e as ordens menores a 6 seminaristas do Seminário da Santa Cruz de Goulburn, na Austrália.

Galarreta conferiu pela primeira vez as ordens menores de Exorcista e Acólito a 2 seminaristas filipinos (Daniel Yagane Cyril Alolaya) e de Hostiário e Leitor para outros 3 seminaristas: Pio Kim , da Coreia do Sul, Mikhail Del Rosario, da Nova Zelândia, e Phillip Mujic, da Austrália.

É interessante notar que o Papa Paulo VI aboliu o subdiaconato e as ordens menores em seu decreto Ministeria Quaedam, de 15 de agosto de 1972, exatamente 46 anos antes das cerimônias de hoje.

180815_ordinations_galarreta_09

Finalmente, Martin Anozie entrou na primeira das ordens maiores, o subdiaconato, com seu implícito voto perpétuo do celibato, na presença de 11 sacerdotes da FSSPX, de 6 Irmãs da FSSPX e de cerca de 100 fiéis.

Ele torna-se, então, o primeiro subdiácono nigeriano da Fraternidade. No dia anterior, na vigília da Assunção, ele pronunciou seu compromisso definitivo na Fraternidade Sacerdotal São Pio X.

Ouça o sermão em áudio proferido por D. Alfonso de Galarreta em francês.

Deo gratias!

*****************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

 

DOM SALVADOR LAZO, BISPO EMÉRITO DE SÃO FERNANDO DA UNIÃO (FILIPINAS) – DA TRADIÇÃO CATÓLICA À TRADIÇÃO CATÓLICA

BishopLazoDom Salvador Lazo, bispo emérito de São Fernando da União regressado á plena Tradição católica, deixou-nos em 11 de Abril 2000. Antes de se juntar à casa do Pai, tinha redigido uma pequena descrição do seu percurso pessoal, da Tradição católica à Tradição católica, a qual publicamos a seguir.

Infância

A arquidiocese de Tuguegarao é a minha diocese de origem. Resultou da divisão da diocese de Nova Segóvia em 1910 e foi elevada arquidiocese em Setembro de 1974. Tuguegarao é a capital da província de Cagayan. O vale de Cagayan é irrigado pelo Rio Grande, também chamado Cagayan, o mais comprido rio de todo o arquipélago.

A parte sudoeste de Cagayan é conhecida pelo nome de distrito de Itawes. O distrito está dividido em três partes pelo Rio Chico, afluente do Rio Grande. Nas margens do Rio Chico situam-se as cidades de Tuao, Rizal, Piat, Santo Nino ou Faire, onde vi a luz do dia, em 1 de Maio de 1917. Sete filhos vieram abençoar a união de meus pais. Eu fui o terceiro. Meus pais, Fortunato e Emiliana Lazo, eram financeiramente pobres, mas ricos no seu amor a Deus e aos seus semelhantes. Meu pai estudou Leis e serviu como Juiz de Paz na nossa pequena cidade. Todas as tardes dirigia a família na recitação do santo Rosário, e acompanhava-a à Missa dominical. Minha mãe, por outro lado, iniciava os pagãos Igorotes e Kalingas, das montanhas da Cordilheira, na troca dos seus produtos, como ramos de palma e raízes recolhidas na floresta. Em troca, minha mãe dava-lhes lixívia, fósforos, pequenas facas e tecido usado. Ela lavava regularmente as roupas sagradas da igreja paroquial. No Verão, convidava os Kalingas e os Igorotes para nossa casa, para pode ensinar-lhes o catecismo. Minha mãe faleceu em 1926, quando dava a vida ao seu sétimo filho. Tia Lorenza, sua irmã, tomou conta de nós durante os anos da nossa juventude. As raízes da família remontam à pequena cidade de S. Vicente, Ilocos Sul, situada entre a costa do Mar da China e as Cordilheiras. Meus avós e pais deslocaram-se para Cagayan em virtude dos tumultos políticos devidos à revolução filipina dos fins do século XIX e princípios do século XX (1898-1909).

Em 1934, o bispo da diocese de Tuguegarao era D. Constance Jurgens, holandês, doutor em teologia, da Congregação do Coração Imaculado de Maria, conhecido pela santidade de vida, zelo apostólico, e caridade com os pobres, à imagem de Cristo. Em 1933, como terminasse os meus estudos elementares na escola central de Santo Nino, meu pai levou-me para Tuguegarao, a fim de estudar no liceu de Cagayan, porque nesse tempo Santo Nino não tinha liceu e, portanto, não tinha instituição católica secundária. Continuar lendo

PODERIA CONTRIBUIR CONOSCO?

CAPELAPrezados amigos, prezados leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Vocês que acessam e gostam de nosso blogvocês que acompanham as ações da FSSPX pelo mundovocês que lutam pelo Reinado Social de Nosso Senhor, vocês que sabem que a Tradição é a única solução para a restauração a Igreja… AJUDE-NOS! 

Estamos, mais uma vez, pedindo vossa ajuda nessa campanha em prol da compra de um terreno e futura construção de mais uma Capela para a Tradição e para a Santa Igreja. Sabemos que o caminho é longo e árduo, por isso, toda ajuda é importante.

CLIQUE AQUI PARA ALGUMAS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O PROJETO

OU

CLIQUE AQUI E LEIA O TEXTO COMPLETO DA CAMPANHA!

Faça um gesto nobre de caridade, por amor à Santa Igreja!!

Ad Majorem Dei Gloriam

Aproveitamos para agradecer a todos que nos ajudam ou ajudaram em algum momento nessa campanha, mesmo de forma anônima. Contem com nossas orações.

Que Nossa Senhora os conduza ao caminho da santidade.