TONSURA E ORDENS MENORES NO SEMINÁRIO DE ECÔNE – 2024

No dia 24 de fevereiro de 2024, sábado dos Quatro Tempos da Quaresma, D. Bernard Tissier de Mallerais realizou as cerimônias de ordenação no Seminário São Pio X, de Ecône. 

D. Tissier conferiu a Tonsura clerical a 15 seminaristas do segundo ano: 1 brasileiro, 10 franceses, 2 italianos, 1 queniano e 1 do Sri Lanka, além de 1 capuchinho de Morgon.

O Bispo, então, conferiu então as Ordens de Porteiro e Leitor a 8 seminaristas do terceiro ano: 5 franceses, 2 italianos e 1 luxemburguês, além de 1 capuchinho do Convento de São Francisco.

Os vídeos das cerimônias nos Estados Unidos, França e Alemanha podem ser vistos aqui, aqui e aqui, respectivamente.

****************************

A FSSPX conta atualmente com (alguns números aproximados):

  • 3 Bispos
  • 707 sacerdotes
  • 137 Irmãos
  • 200 Irmãs em 28 casas [“Relacionadas” à FSSPX: 183 professas e 14 noviças]. As freiras ajudam em 15 escolas e administram outras 4. Estão presentes também em muitos Priorados e em duas residências para idosos em Brémien Notre-Dame, na França, e na Maison Saint-Joseph, na Alemanha.
  • 19 Irmãs Missionárias do Quênia
  • 80 Oblatas
  • 250 Seminaristas e 80 pré-seminaristas

Está presente em 37 países e visita regularmente outros 35.

Mantém:

  • 1 Casa Geral
  • 14 Distritos e 5 Casas Autônomas
  • 4 Conventos Carmelitas
  • 6 Seminários
  • 167 priorados
  • 772 centros de missa
  • Mais de 100 escolas (do Ensino Básico ao Médio),
  • 2 universidades
  • 7 casas de repouso para idosos
  • Numerosas Ordens Latinas e Orientais tradicionais amigas em todo o mundo

**************************

Nota do blog: Colocamos abaixo alguns links sobre a vocação sacerdotal:

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

 

TOMADA DE HÁBITO DAS IRMÃS DA FSSPX EM PILAR (ARG) -2024

Irmãs da Fraternidade São Pio X – A serviço de Jesus em seus sacerdotes

No seio da Igreja, cada família religiosa ocupa o seu lugar e a sua missão. As Irmãs da Fraternidade São Pio X foram fundadas por Mons. Lefebvre em 1974. Sua irmã, Marie Gabriel, que na época era missionária na África, providencialmente assumiu o trabalho de formar as jovens mulheres aspirantes à vida religiosa, sendo assim a co-fundadora dessa Congregação nascente.

O espírito da Fraternidade está centrado inteiramente na devoção ao Sacrifício da Missa, celebrado segundo as normas do Concílio de Trento e da Tradição da Igreja. Por esta razão, compreendemos porque Mons. Lefebvre colocou as Irmãs sob o duplo patrocínio de Nossa Senhora da Compaixão e de São Pio X.

Seguindo o exemplo de Nossa Senhora, juntamente com seu divino Filho, Sumo Sacerdote, as Irmãs fazem de sua vida uma oração contínua baseada na compaixão e na reparação amorosa, oferecendo-se pela santificação dos sacerdotes e pela fecundidade do seu apostolado. “A caridade de Cristo nos impele”, exclamou São Paulo. Sendo filhas de duas almas missionárias, as Irmãs terão o espírito missionário, não apenas através das suas orações e sacrifícios, mas também através das suas obras. E como as necessidades são múltiplas e variadas, as diversas capacidades de cada uma se unem para responder às exigências de um amplo campo de apostolado.

À imitação de Nossa Senhora e das santas mulheres que seguiram Nosso Senhor e seus Apóstolos, as religiosas ajudam os sacerdotes nas necessidades materiais.
Elas também complementam o apostolado dos sacerdotes com seus próprios trabalhos em paróquias e missões, por exemplo:

  • Ensinar o catecismo às crianças e prepará-las para os Sacramentos, ensiná-las nas escolas primárias e formá-las nas virtudes cristãs. 
  • Estabelecer bases sólidas de doutrina e piedade para as moças. 
  • Visitar os pobres, os doentes e os idosos, os membros sofredores de Cristo. 

Essas são as diferentes funções que as religiosas procuram desempenhar. Como elas próprias vivem de Deus, procurando estar intimamente unidas a Ele, as Irmãs procuram torná-lo conhecido e amado por todas as almas.

As religiosas realizam todas estas obras com o mesmo amor e espírito de sacrifício, sejam eles humildes e ocultos, sejam mais diretamente apostólico.

Deixamos aqui algumas fotos da cerimônia de “tomada do hábito” que ocorreu em um dos nossos noviciados, em Pilar, na Argentina, onde 4 jovens deram o primeiro passo na Vida Religiosa.Graças a Deus e a ajuda das almas beneficentes, o noviciado está em processo de expansão, pois não há quartos suficientes para as irmãs que ali vivem. Confiamos este trabalho às suas orações e generosidade.

A colheita é abundante.” Senhor, dê-nos muitos santos sacerdotes. E para a santificação dos sacerdotes, dai-nos muitas santas vocações religiosas.

Mais sobre as Irmãs da FSSPX e a vocação religiosa feminina pode ser visto clicando aquiaquiaqui e aqui.

TOMADA DE BATINA, TONSURA E ORDENS MENORES NO SEMINÁRIO SAGRADO CORAÇÃO (ALE) – 2024

No dia 02 de fevereiro, Festa da Candelária, 12 seminaristas do primeiro ano tomaram a batina no Seminário do Sagrado Coração, em Zaitzkofenm na Alemanha, de D. Alfonso de Galarreta: 2 alemães, 1 croata, 1 holandês, 6 poloneses, 1 eslovaco e 1 checo. Outros 17 receberam a Tonsura e foram, assim, admitidos no estado clerical: 6 alemães, 1 austríaco, 1 croata, 1 dinamarquês, 1 húngaro, 1 holandês e 6 poloneses. 

No dia seguinte, 11 seminaristas do terceiro e quarto anos receberam Ordens menores: Porteiro e Leitor a 6 seminaristas do terceiro ano (2 alemães, 1 bielorusso, 1 húngaro, e holandês e 1 polonês) e Exorcista e Acólito a 5 seminaristas do quarto ano (2 alemães, 1 australiano, 1 libanês e 1 polonês)

Os vídeos das cerimônias nos Estados Unidos e França podem ser vistos aqui e aqui, respectivamente.

****************************

A FSSPX conta atualmente com (alguns números aproximados):

  • 3 Bispos
  • 707 sacerdotes
  • 137 Irmãos
  • 200 Irmãs em 28 casas [“Relacionadas” à FSSPX: 183 professas e 14 noviças]. As freiras ajudam em 15 escolas e administram outras 4. Estão presentes também em muitos Priorados e em duas residências para idosos em Brémien Notre-Dame, na França, e na Maison Saint-Joseph, na Alemanha.
  • 19 Irmãs Missionárias do Quênia
  • 80 Oblatas
  • 250 Seminaristas e 80 pré-seminaristas

Está presente em 37 países e visita regularmente outros 35.

Mantém:

  • 1 Casa Geral
  • 14 Distritos e 5 Casas Autônomas
  • 4 Conventos Carmelitas
  • 6 Seminários
  • 167 priorados
  • 772 centros de missa
  • Mais de 100 escolas (do Ensino Básico ao Médio),
  • 2 universidades
  • 7 casas de repouso para idosos
  • Numerosas Ordens Latinas e Orientais tradicionais amigas em todo o mundo

**************************

Nota do blog: Colocamos abaixo alguns links sobre a vocação sacerdotal:

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

IMMUTEMUR HABITU

Cantada na imposição das Cinzas..


“Immutemur habitu in cinere et cilicio; jejunemus, et ploremus ante Dominum; quia multum misericors est dimittere peccata nostra Deus noster.”

“Mudemos as  vestes e cubramo-nos de cinza e o cilício. Jejuemos e choremos diante do Senhor, porque o nosso Deus é misericordioso e perdoará os nossos pecados.”

A CABALA JUDAICA CONTRA A IGREJA DE CRISTO: HISTÓRIA SECRETA DA PSICANÁLISE, PELO PROF. MATTEO D’AMICO

Palestra proferida pelo Prof. Matteo D’amico durante o 29° Congresso de Estudos Católicos, promovido pela FSSPX italiana e a Revista La Tradizione Católica, em Rimini, Itália. 


Clique aqui e conheça nosso Canal no YouTube 

TOMADA DE BATINA E TONSURA NO SEMINÁRIO SANTO TOMÁS DE AQUINO (EUA) – 2024

Na Festa da Purificação de Nossa Senhora (02/02), D. Fellay abençoou a batina de 19 seminaristas (17 americanos, 1 canadense e 1 sul-africano) e, após, concedeu a tonsura clerical a 23 seminaristas (22 americanos e 1 brasileiro).

****************************

A FSSPX conta atualmente com (alguns números aproximados):

  • 3 Bispos
  • 707 sacerdotes
  • 137 Irmãos
  • 200 Irmãs em 28 casas [“Relacionadas” à FSSPX: 183 professas e 14 noviças]. As freiras ajudam em 15 escolas e administram outras 4. Estão presentes também em muitos Priorados e em duas residências para idosos em Brémien Notre-Dame, na França, e na Maison Saint-Joseph, na Alemanha.
  • 19 Irmãs Missionárias do Quênia
  • 80 Oblatas
  • 250 Seminaristas e 80 pré-seminaristas

Está presente em 37 países e visita regularmente outros 35.

Mantém:

  • 1 Casa Geral
  • 14 Distritos e 5 Casas Autônomas
  • 4 Conventos Carmelitas
  • 6 Seminários
  • 167 priorados
  • 772 centros de missa
  • Mais de 100 escolas (do Ensino Básico ao Médio),
  • 2 universidades
  • 7 casas de repouso para idosos
  • Numerosas Ordens Latinas e Orientais tradicionais amigas em todo o mundo

**************************

Nota do blog: Colocamos abaixo alguns links sobre a vocação sacerdotal:

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

TOMADA DE BATINA NO SEMINÁRIO DE FLAVIGNY (FRA) – 2024

Este ano, D. Tissier de Mallerais abençoou e concedeu a batina a 23 jovens no Seminário francófono Santo Cura d’Ars, da FSSPX: 1 canadense, 1 belga, 2 suíços, 2 quenianos, 3 italianos e 14 franceses.

****************************

A FSSPX conta atualmente com (alguns números aproximados):

  • 3 Bispos
  • 707 sacerdotes
  • 137 Irmãos
  • 200 Irmãs em 28 casas [“Relacionadas” à FSSPX: 183 professas e 14 noviças]. As freiras ajudam em 15 escolas e administram outras 4. Estão presentes também em muitos Priorados e em duas residências para idosos em Brémien Notre-Dame, na França, e na Maison Saint-Joseph, na Alemanha.
  • 19 Irmãs Missionárias do Quênia
  • 80 Oblatas
  • 250 Seminaristas e 80 pré-seminaristas

Está presente em 37 países e visita regularmente outros 35.

Mantém:

  • 1 Casa Geral
  • 14 Distritos e 5 Casas Autônomas
  • 4 Conventos Carmelitas
  • 6 Seminários
  • 167 priorados
  • 772 centros de missa
  • Mais de 100 escolas (do Ensino Básico ao Médio),
  • 2 universidades
  • 7 casas de repouso para idosos
  • Numerosas Ordens Latinas e Orientais tradicionais amigas em todo o mundo

**************************

Nota do blog: Colocamos abaixo alguns links sobre a vocação sacerdotal:

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

FIDUCIA SUPPLICANS – CONFERÊNCIA DO SUPERIOR DA FSSPX

Conferência de D. Davide Pagliarani, Superior Geral da Fraternidade São Pio. no XVII Congresso Teológico do Courrier de Rome, em Paris, 13 de janeiro de 2024.

FIDUCIA SUPPLICANS: A IGREJA SINODAL À ESCUTA DO MUNDO, PORÉM SURDA À PALAVRA DE DEUS

Fonte: FSSPX

Cabe a nós apresentar uma síntese, e expressar a posição da Fraternidade diante de todas as realidades que vêm sendo promovidas pela “Igreja sinodal”.

Tentemos, antes de mais, pôr em ordem esses diferentes elementos, em particular no que diz respeito ao recente documento, Fiducia Supplicans, que já fez correr rios de tinta. É preciso situarmos corretamente esse acontecimento. Por que se chegou a tal ponto, e que é que isso significa? O papel da Fraternidade não se pode limitar a uma reação imediata, instintiva: devemos aprofundar tanto quanto possível nossa compreensão do que está em jogo nesse texto. Se faltar profundidade à nossa análise, correremos o risco de incorrer nas falhas dos que querem reduzir a questão de Fiducia Supplicans a uma excentricidade pessoal do papa Francisco, cuja extravagância não se chega a entender.

Já outras reações a Fiducia supplicans reduzem a questão das bênçãos a uma mera questão de oportunidade: a iniciativa seria inoportuna em certos contextos culturais, sobretudo na África. A realidade, porém, é um pouco mais complexa… Todas essas reações são bem-vindas, são positivas na medida em que manifestam ainda certa capacidade de reação; porém a Fraternidade tem a obrigação de ir mais fundo. Tratemos, pois, de dar um passo atrás, saindo do círculo da agitação midiática.

I – Um pontificado que atende às expectativas do mundo moderno

Fiducia Supplicans não é, em sentido estrito, um ato sinodal, mas um ato produzido pelo Dicastério para a Doutrina da Fé e assinado pelo próprio papa. Trata-se, contudo, de um documento que corresponde àquilo que mais de uma vez vinha sendo ventilado, quando da preparação do sínodo. Pode-se, portanto, afirmar que constitui uma resposta a uma expectativa atual e sinodal.

Essa “Igreja sinodal”, que estamos tentando definir, é uma Igreja que escuta todos os homens: as periferias, a base, todo o mundo, no sentido mais amplo do termo… Uma Igreja que escuta “o mundo” enquanto tal. Ou seja, uma Igreja que dá mostras de uma nova sensibilidade e uma vontade nova de ir ao encontro do mundo.

Sem dúvida, o pontificado atual atende, cada vez mais perfeitamente, às expectativas e exigências do mundo contemporâneo, e, mais precisamente, do mundo “político”, no sentido profundo do termo. Com efeito, de um lado, esse pontificado corresponde a uma visão política hoje predominante em todo o globo, de outro, busca também adaptar-se aos métodos de uma política desejosa de criar uma nova organização social e que, força é reconhecê-lo, em grande medida já triunfou. Cabe aqui a pergunta: por que a presença de representantes da Igreja é tão importante nessa reorganização do mundo? Continuar lendo

AS MAIS BELAS IGREJAS DA FSSPX – PARTE 12 – MINORITENKIRCHE (ÁUSTRIA)

A FSSPX está presente em 37 países e visita regularmente outros 35. Em suas Missões, uma grande quantidade de Missas, sacramentos, catecismo e formações são oferecidos em casas, salas de hotel, escritórios, zonas rurais, garagens e até mesmo em cabanas de madeira ou sapê, dependendo do local do mundo, mas sempre de modo zeloso e digno.

Porém, em seu apostolado, a Fraternidade também tem a graça de manter várias capelas e lindíssimas igrejas, inclusive centenárias.

No post de hoje veremos uma delas: a Minoritenkirche, em Viena, na Austria.

Clique aqui e acompanhe o Especial “As mais belas igrejas da FSSPX”

FSSPX NO QUÊNIA – UMA BELÍSSIMA PEÇA DE TEATRO INFANTIL SOBRE LEPANTO

Um belíssimo exemplo vindo do Distrito da África. Assistam a emocionante apresentação de teatro interpretada pelos alunos do Colégio da Santa Cruz, da FSSPX no Quênia, sobre a Batalha de Lepanto, em comemoração aos 10 anos de fundação da instituição.

FIDUCIA SUPPLICANS, PELO PE. CARLOS MESTRE, FSSPX

Sermão proferido pelo Revmo. Pe. Carlos Mestre, no Priorado S. Pio X de Lisboa, na Vigília de Natal como um comentário à publicação do Vaticano do documento Fiducia Supplicans.

O Comunicado do Superior Geral da FSSPX, Pe. Davide Pagliarani, sobre o assunto e citado pelo Pe. Carlos Mestre no sermão, pode ser lido clicando aqui.

EM 21 DE NOVEMBRO….HÁ 49 ANOS…

“Nós aderimos de todo o coração e com toda a nossa alma à Roma católica, guardiã da fé católica e das tradições necessárias para a manutenção dessa fé, à Roma eterna, mestra de sabedoria e de verdade.

Pelo contrário, negamo-nos e sempre nos temos negado a seguir a Roma de tendência neomodernista e neoprotestante que se manifestou claramente no Concílio Vaticano II, e depois do Concílio em todas as reformas que dele surgiram.

Todas estas reformas, com efeito, contribuíram, e continuam contribuindo, para a demolição da Igreja, a ruína do sacerdócio, a destruição do Sacrifício e dos Sacramentos, a desaparição da vida religiosa, e a implantação de um ensino naturalista e teilhardiano nas universidades, nos seminários e na catequese, um ensino surgido do liberalismo e do protestantismo, condenados múltiplas vezes pelo magistério solene da Igreja.

Nenhuma autoridade, nem sequer a mais alta na hierarquia, pode obrigar-nos a abandonar ou a diminuir a nossa fé católica, claramente expressa e professada pelo magistério da Igreja há dezenove séculos. Continuar lendo

17 DE OUTUBRO: DIA DE SANTA MARGARIDA MARIA ALACOQUE

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Nascida em 22 de julho de 1647 em Verosvres, na diocese de Autun (França), Marguerite-Marie Alacoque (Margarida Maria Alacoque) se dedicou a Cristo desde muito jovem. Na verdade, tinha apenas 5 anos quando, ao ouvir falar dos votos religiosos de sua madrinha, ofereceu-se pronunciando estas palavras que ficarão gravadas na sua memória e que ela repetirá posteriormente: “Ó meu Deus, eu Vos consagro a minha pureza e Vos faço voto de castidade perpétua ”.

Aos 13 anos, acamada por vários anos devido a uma paralisia, foi milagrosamente curada pela Virgem logo após a promessa de consagrar-se a Deus pela vida religiosa. Depois de muitas vicissitudes e assédios sofridos por parte de familiares, ela entrou em 25 de maio de 1671, aos 23 anos, na Ordem das Visitandinas de Paray-le-Monial, na Borgonha.
 
Escolhida por Nosso Senhor para ser a mensageira do Seu amor misericordioso, ela recebeu 3 grandes revelações que estão na origem da devoção ao Sagrado Coração.
 
A mais importante é o de junho de 1675, onde Cristo lhe mostrou o seu Coração, dizendo: “Eis o Coração que tanto amou os homens, que nada poupou, até se esgotar e se consumir para lhes testemunhar seu amor. Como reconhecimento, não recebo da maior parte deles senão ingratidões, pelas suas irreverências, sacrilégios, e pela tibieza e desprezo que têm para comigo na Eucaristia.”
 

Cristo pede o estabelecimento de uma festa particular para honrar o Seu Coração, comungando e fazendo reparações através de pedidos de perdão. Em troca, explica à sua confidente: “Prometo-te que o Meu Coração se dilatará para derramar com abundância as influências de Seu divino amor sobre os que tributem essa divina honra e que procurem que ela lhe seja prestada.”
 
Tornada mestra de noviças, Santa Margarida-Maria se esforça para difundir o amor do Sagrado Coração nas almas que lhe foram confiadas. Ela morreu piedosamente em 17 de outubro de 1690, aos 43 anos, pronunciando o nome de Jesus.
 
Levará mais de um século até que, em 1824, a Igreja a declare venerável, e mais quarenta anos até que seja beatificada pelo Papa Pio IX, em 1864, ano do Syllabus . Ela foi canonizada em 13 de maio de 1920 pelo Papa Bento XV.
 
Oração após a comunhão: “Tendo participado dos mistérios do vosso Corpo e do vosso Sangue, possamos nós, Senhor Jesus, pela intercessão da bem-aventurada virgem Margarida Maria, despojar-nos das soberbas vaidades do mundo e revestir-nos da mansidão e da humildade do vosso Coração.”

*********************

O mês de junho é dedicado ao Sagrado Coração de Jesus. CLIQUE AQUI e leia mais textos sobre essa devoção.

*************************

UMA CURIOSIDADE

Na Igreja da FSSPX em Oensingen (Suiça) está o altar original de Paray-le-Monial, construído após a morte de Sta. Margarita Maria Alacoque, e sob o qual seu corpo foi mantido até que o altar fosse substituído pelo atual.

Este slideshow necessita de JavaScript.